Colunas Economia Livre-Mercado

Salário mínimo, populismo máximo

Você já parou para pensar no que é o salario mínimo? Basicamente é o mínimo que um patrão pode pagar por um funcionário (avá!).

   Você já parou para pensar no que é o salário mínimo? Basicamente é o mínimo que um patrão pode pagar por um funcionário (avá!). “Nossa então o salário mínimo faz o patrão pagar um preço justo e não poder explorar ninguém!”. Não o salário mínimo faz com que o patrão só possa contratar quem consegue produzir o suficiente para pagar seu salário.

Vamos ilustrar:

Para facilitar os cálculos vamos utilizar um salário mínimo de R$1.000,00 e desconsiderar todos os encargos trabalhistas, férias e 13º salário.

As indústrias ACME têm três funcionários:

Ana, a secretária de RH, ganha R$2.500,00
José, o faxineiro, ganha R$900,00
Thiago que trabalha no almoxarifado ganha R$550,00

Então o governo do presidente Luiz decide criar uma nova medida para acabar com a  exploracão dos trabalhadores, o salário mínimo então é implantado no valor de R$1.000,00 e assim o presidente Luiz ficará na história como o presidente que acabou com a pobreza e a exploração.

 Mas as coisas não saem como o planejado…

   O primeiro a ser afetado com essa mudança é Thiago o jovem que trabalhava meio período no almoxarifado para ajudar sua família enquanto terminava os estudos, ele é chamado no RH das industrias ACME e lá Ana é encarregada de explicar para ele a situação. Ana explica que com a nova política de salário mínimo as industrias ACME não podem mais contratar ele por esse valor, mas como a empresa valoriza seus serviços prestados até então ele receberá uma oferta trabalhar em período integral e receberá um salário mínimo, mas Thiago estuda meio período ele é obrigado a recusar a oferta e acaba ficando desempregado por não conseguir produzir o suficiente para ganhar o mínimo permitido que ele pode ganhar.

   Após a conversa com ThiagoAna fala com José e dá a ele a notícia que seu salário agora aumentará para R$1.000,00 para se adequar ao salário mínimo. José contente com o aumento vai ao mercado comprar um vinho para comemorar  com a sua esposa, mas ao chegar no mercado ele percebe que os preços aumentaram e que seu poder de compra continua o mesmo, José então decide falar com Irineu o dono do mercado, Irineu explica para José que com a nova lei teve que aumentar os salários dos funcionários de seu mercado e para conseguir pagar esse salário teve que aumentar os preços dos produtos que já estavam mais altos por conta de que seu fornecedor passou pela mesma situação.

   Ana vai ao mercado e encontra José e pergunta para ele se está aproveitando o aumento, José conta que os preços subiram e que não poderá aproveitar seu aumento. quando Ana vê os preços na prateleira percebe que não vai poder comprar seu suco favorito e vai ter que levar o suco de uma marca mais barata.

   Assim podemos ver como todos são afetados negativamente pela nova lei do salário mínimo, até mesmo Irineu quem tem suas vendas reduzidas por conta da queda do poder de compra de Ana, mas vamos supor que no próximo ano o presidente veja o sucesso que foi sua política de salário mínimo pois a renda média subiu de forma nunca antes vista, agora com o aumento do sálario novamente os preços sobem, mas dessa vez Ana  também recebe um aumento e seu salário rende novamente dois salários mínimos e meio, mas seu poder de compra novamente tem uma pequena queda.

   O resultado dessa nova política traz uma diminuição anual no poder de compra da população mais pobre e faz com que todo o sistema de aumento de salários tenha como base não mais o aumento de riquezas e de produção e sim o reajuste do salário mínimo. Mas esse efeitos não são tão claros e as pessoas não conseguem perceber tão claramente quanto no exemplo dado, e assim os governantes usam várias propagandas e discursos populistas para se passarem como heróis que aumentaram o salário da população para que ela não fosse explorada e nem sofresse tanto com o aumento dos preços, quando na verdade o ajuste de salário artificial que gerou esse aumento.

 

O grande efeito negativo do salário mínimo:

charge-salário-mínimo
A figura ilustra como o salário mínimo quebra os primeiros degraus no mercado de emprego

   Com um salário mínimo de R$1.000,00 quem não consegue produzir o suficiente para ser contratado nesse valor está fadado a ficar desempregado, subempregado ou na informalidade, afinal nenhuma empresa vai contratar um funcionário que dá prejuízo. E todos os salários que são menores que o salário mínimo passam a ser R$0,00, Thiago que recebia R$550,00 agora está desempregado e depende totalmente dos pais para acabar seus estudos para poder trabalhar em um período integral.

   Thiago ao menos consegue produzir o suficiente para poder ser contratado, mas e quem não consegue produzir o suficiente? Dependerão cada vez mais do governo, e agora os empregos de aprendizes (empregos que tinham baixos salários, mas ensinavam a profissão) agora foram substituídos por cursos profissionalizantes, agora ao invés de ganhar dinheiro aprendendo a profissão o aprendiz paga pelo curso.

 

   Para suprir essa demanda de cursos pela população e ajudar quem não pode pagar, o presidente Luiz agora começa dois programas de cursos profissionalizantes. No primeiro o governo paga cursos para a população carente, mas agora precisa aumentar os impostos para pagar esses cursos e o poder de compra novamente cai. O segundo programa é um sistema de financiamento com juros baixo dos cursos profissionalizantes em algumas empresas carterizadas pelo governo, similar a sistema de Vouchers que distorce o mercado e traz ao governo um controle sobre os cursos que são feitos pelos usuários do sistema (para ver mais sobre Vouchers e seus problemas clique aqui).

   Para mascarar o aumento no desemprego agora o presidente Luiz decide estabelecer uma lei que proíbe o trabalho de menores de 18 anos, que estão com dificuldades de encontrar empregos agora com os primeiros degraus da escada cortados. O presidente Luiz faz uma grande campanha de que vai acabar com o trabalho infantil e que crianças devem estar estudando e não trabalhando (apesar de antes elas estarem sendo contratadas como aprendizes). o presidente Luiz é premiado  internacionalmente por seus programas e por acabar com o trabalho infantil.

reinventing_apprenticeship
A figura ilustra um aprendiz de sapateiro

A reeleição de Luiz

   Com o sucesso popular do presidente Luiz ele lança sua campanha pela reeleição anunciando como seu governo aumentou a renda média da população, criou programas de cursos profissionalizantes para possibilitar que a população consiga um emprego melhor ou ao menos seu primeiro emprego e acabou com o trabalho infantil que impedia as crianças de estudarem. Agora na sua campanha ele promete ajudar mais ainda os pobres com programas sociais e lançar um programa para que jovens possam ser contratados como aprendizes e juntamente com os cursos profissionalizantes possibilitar um ingresso ao primeiro emprego.

Conclusão

   Podemos perceber claramente que o governante populista distorceu o mercado criando vários problemas, aumentando preços e impostos, para depois dar soluções para alguns desses problemas e sair como herói. Depois disso ele prometeu implantar mecanismos que o próprio mercado já tinha e suas intervenções proibiram o mercado de fornecer. Assim o populista é visto como um bom governante por ajudar os pobres a saírem (de forma muito menos eficiente do que o mercado faz) dos problemas que ele mesmo criou e deixando assim novos problemas como por exemplo o aumento dos preços e o desemprego.

   Assim os pobres acabam achando que as políticas dos populistas ajudam eles e que quem é contrário a elas tem desprezo pelos pobres, quando na verdade quem é contrário muitas vezes é por perceber sua ineficiência e que na verdade essas políticas fazem os pobres dependerem cada vez mais de programas sociais e assim gerar uma demanda por políticos populistas.

“Se os pobres votam nos populistas, então convém aos políticos populistas aumentarem o número de pobres”

4 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s