Os bancos da região da zona do euro planejam aderir ao sistema de pagamentos em tempo real até o final de 2020, por temerem a futura criptomoeda do Facebook, a Libra, segundo a Reuters.

A região de 19 países já teria o sistema de pagamentos em tempo real desde 2017, mas apenas metade dos bancos da região o aderiu. Após o anúncio do Facebook da Libra, os bancos agora sentem o calor da concorrência, segundo o relatório.

“O relógio está correndo”, disse Etienne Goosse, diretor-geral do European Payments Council (EPC), segundo o relatório. Goosse disse que, independentemente do sucesso do Facebook com o projeto, os bancos precisam se mover mais rapidamente, já que as grandes empresas de tecnologia estão aqui para ficar.

“Eles vêm com uma solução global, sob uma marca global que oferece muitas coisas que os consumidores aparentemente acham maravilhosas. Então não temos tempo”, disse ele.

O Facebook, juntamente com 27 sócios fundadores, incluindo Uber e Paypal, divulgou recentemente um plano para a stablecoin Libra, que pretende atender a quem estiver fora do sistema bancário convencional e facilitar transferências monetárias por taxas baixas globalmente. Espera-se que Libra vá ao ar no próximo ano, mas já enfrentou escrutínio de bancos centrais e políticos de todo o mundo.

Fonte: The Block Crypto