Usando a principal plataforma de comunicação presidencial, o Twitter, o atual presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, anunciou que “Após revelação do @MInfraestrutura de pedidos prontos de mais de 8.000 novos radares eletrônicos na rodovias federais do país, determinei de imediato o cancelamento de suas instalações. Sabemos que a grande maioria destes têm o único intuito de retomo financeiro ao estado”.

Ele ainda acrescentou: “Ao renovar as concessões de trechos rodoviários, revisaremos todos os contratos de radares verificando a real necessidade de sua existência para que não sobrem dúvidas do enriquecimento de poucos em detrimento da paz do motorista”.

Os tweets são de Domingo, mas ele vem criticando a famigerada “indústria da multa” desde a livestream que ocorreu na Quinta-Feira.