Salim Mattar, o secretário de desestatização do Ministério da Economia e fundador da Localiza, em uma entrevista cedida para a Veja na última Quinta-Feira (28), afirmou que:

“Se a decisão fosse minha, eu privatizaria tudo. Não faz sentido o governo ter bancos. Mas a orientação que recebi foi manter a Caixa, o Banco do Brasil e a Petrobras. Talvez eu esteja um pouquinho mais à direita do ministro Paulo Guedes, porque sou quase um libertário.”

Mattar ainda disse estar “frustrado” e afirmou que a “conversão” é muito recente e incompleta.

Confira a matéria completa:
https://www.gazetadopovo.com.br/rodrigo-constantino/artigos/estou-frustrado-diz-secretario-de-desestatizacao-salim-mattar-para-presidente/