As fábricas da Zona do Euro tiveram, em Março, seu pior mês em quase seis anos. Indicadores apontam para uma possível crise ou recessão, como mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI, na sigla em inglês).

O PMI de indústria final do IHS Markit caiu pelo oitavo mês seguido, saindo de 47,5 de 49,3 em Fevereiro para 47,2 de 49,4 em Março, tendo a leitura mais fraca desde abril de 2013. Segundo mês seguido com a marca abaixo de 50 que separa crescimento de contração.

Os resultados decepcionantes saíram depois que o Banco Central Europeu adiou uma alta de juros até 2020 e disse que oferecerá aos bancos uma nova onda de empréstimos baratos para ajudar a reanimar a economia.

O PMI revela que a contração já está em andamento  as novas encomendas caíram em um ritmo mais rápido em mais de seis anos e as fábricas reduziram as compras de matérias-primas conforme estocam produtos não vendidos.