Angola não reconhece islã como religião e manda fechar mesquitas

De acordo com a revista GospelPrime, o governo angolano determinou o fechamento de 39 mesquitas na província de Lunda Norte, região nordeste da Angola. A medida atinge cerca de 10 mil muçulmanos que agora só poderão rezar em casa.

“A maior parte foi fechada em 2018, e este ano foram mais duas. Não podemos rezar nas mesquitas e estamos impedidos de fazer reuniões”, disse o secretário da comunidade islâmica na Lunda Norte, António Muhalia, à agência Lusa. Este mês a polícia fechou mais mesquitas que já estavam interditadas, mas os fiéis ignoraram a decisão e, mesmo com o fechamento, faziam reuniões nos templos.

One thought on “Angola não reconhece islã como religião e manda fechar mesquitas”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lula Holocausto
Ética

Artigo do UOL em defesa da fala de Lula sobre Holocausto abre oportunidade para discutir pautas identitárias

A fala de Lula comparando os ataques de Israel a Palestina com o Holocausto, gerou uma onda de reações mistas a fala do petista. De um lado, vários grupos, principalmente os mais a direita, reprovaram a comparação do presidente, a acusando de falaciosa e um desrespeito aos judeus. O estado de Israel por sua vez […]

Leia Mais
PL da Censura
Ética

No STF, Lula volta a defender regulação das redes sociais

O presidente Lula voltou a defender a regulação das redes sociais, propondo punição para as empresas proprietárias pelos “crimes cometidos nas plataformas” sob sua responsabilidade. A fala do petista foi feita durante a abertura do Ano Judiciário de 2024, junto ao STF, realizada na última quinta-feira. Além de Lula, também participou da cerimônia o presidente […]

Leia Mais
Oposição a Putin
Ética

Legisladores russos aprovam confisco de bens de pessoas que desacreditam o exército

As autoridades políticas russas estão tomando todas as medidas para silenciar aqueles que apontam para o que de fato a invasão a Ucrânia é: um ataque aos civis ucranianos e suas respectivas propriedades. E para isso, a câmara baixa do parlamento russo aprovou na quarta-feira um projeto de lei que permitiria às autoridades confiscar dinheiro, […]

Leia Mais