Atividades informais movimentam cerca de R$1,3 trilhão no Brasil em 2021

Foto: ETCO

Nem tudo é CLT. Neste ano as atividades informais e ilegais aumentaram a sua participação na economia brasileira, atingindo 16,8% do PIB, o que equivale a um montante de R$1,3 trilhão.

Através de uma parceira do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial e o FGV/IBRE, indicadores que são acompanhados desde 2003, mostrou um aumento no registro de atividades informais e ilegais, dentre elas: ambulantes, contrabandos, pirataria e sonegação. Atividades que escapam da regulamentação estatal – ainda bem.

Vale lembrar que por ano, o Brasil “perde” R$417 bilhões com sonegação de impostos e R$2,33 trilhões de faturamento não declarado pelas empresas, aponta o Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT). AINDA BEM!

O Gráfico mostra a evolução do Índice de Economia Subterrânea desde 2003 – Fonte: Elaboração ETCO e FGV/IBRE

Um dos motivos levantados para esse aumento foi a pandemia de covid-19, juntamente com o lockdown. Com o fim da fase mais aguda da pandemia, houve um aumento rápido do mercado informal, cujo resultado contribuiu para o aumento do Índice da Economia Subterrânea (IES) no ano de 2021.

A respeito do crescimento desses mercados, o presidente do ETCO, Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial, Edson Vismona declarou:

“É uma ocupação onde a pessoa não tem nenhuma garantia, não paga impostos, não tem nenhum auxílio previdenciário, é um subempregado. Nós temos que oferecer condições para que ela se formalize e saia da ilegalidade. As restrições de circulação durante os meses mais críticos da pandemia tiraram as pessoas das ruas, prejudicaram sensivelmente ambulantes, motoristas de aplicativos e comerciantes informais. Essa população teve sua atividade interrompida de forma brusca e isso trouxe um forte impacto econômico e social.”

diz o executivo.

O curioso é que os valores gerados pelo mercado informal se assemelham ao PIB de países como Suiça e Suécia, mas um indicador que o livre mercado e a descentralização são os melhores mecanismos para alocar recursos e gerar riquezas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vietnã
Economia

Como o capitalismo venceu o socialismo no Vietnã

Phung Xuan Vu, de oito anos, e seu irmão de 10 anos foram responsáveis por buscar comida para sua família, que estava em constante aperto de fome. Eles viviam no Vietnã na década de 1980, então isso exigia cartões de racionamento. Um dos bens mais importantes da família era um livreto de vales-alimentação. Como a […]

Leia Mais
Argentina
Economia

Ação Humana em seu 75º aniversário nos ajuda a entender como o estatismo dizimou a Argentina

O septuagésimo quinto aniversário do livro Ação Humana de Ludwig von Mises nos convida a refletir sobre as conquistas acadêmicas de Mises e como a corrente econômica dominante ainda não alcançou seus avanços na economia. Como Jesus Huerta de Soto aponta em seu estudo preliminar para a versão em espanhol da décima terceira edição de […]

Leia Mais
Tomate
Economia

Saboreie o gosto da Independência, cultive-a você mesmo!

Cultivar os seus próprios tomates pode ser muito mais gratificante do que o doce sabor da sua colheita. Os benefícios adicionais tradicionais fazem com que muitos de nós regressem estação após estação. Se é um jardineiro, conhece a grande sensação de agir diretamente sobre a natureza para produzir os alimentos que come. Cultivar tomates leva-o […]

Leia Mais