Carne mais barata? A verdade sobre a tão aclamada notícia

Queda no preço da carne

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

De acordo com dados do IBGE, o preço das peças de carne bovina tiveram uma queda em média de 1,22%. Dentre as peças de carne, a picanha (tão prometida por Lula) teve a queda relativa mais expressiva: 2,63%.

A notícia foi amplamente divulgada por vários jornais como algo positivo. Por outro lado acabou se tornando alvo de chacota por parte dos menos otimistas com a situação econômica do país.

Mas afinal, o que explica essa queda e o que ela significa para os brasileiros?

Promessa de Lula cumprida?

Alguns admiradores do presidente Lula chegaram até mesmo à atribuir à ele a baixa no preço da carne:

https://www.instagram.com/p/Cpn7WfbOpnE/?igshid=YmMyMTA2M2Y=

Durante sua campanha eleitoral em 2022, Lula afirmou que com ele o brasileiro iria voltar a comer picanha e “tomar uma cervejinha”. Abaixo um vídeo onde ele profere o discurso:

Lula fez vários discursos do tipo ao longo da sua campanha presidencial em 2022. No entanto, aqueles que sabem muito bem que a picanha nunca foi muito acessível aos brasileiros mais pobres (inclusive no governo dele) não perderam tempo e ridicularizaram o discurso do petista.

https://www.tiktok.com/@felipe_del_rey36/video/7203054881207225605?_t=8aajT0Is8e6&_r=1

Alguns petistas tentaram vir em socorro de Lula afirmando que o presidente quando falou “voltar a comer picanha”, estaria usando uma metáfora para “voltar a comer bem”.

Não deu outra. O petista foi mais uma vez alvo de piada. E como bem mostrado por Luciano Trigo no site Gazeta do Povo, essa conversa de “picanha como metáfora” não passa de conversa pra boi dormir.

Além disso, não há como atribuir à Lula a queda no preço da carne, uma vez que ele não aplicou uma única medida que possa ter barateado o preço dela. Muito pelo contrário.

O que realmente levou à leve queda do preço da carne?

Segundo Pedro Kislanov, gerente de pesquisa do IPCA, a queda no preço da carne pode ser explicada pela suspensão da exportação do produto para a China, o que aumentou sua oferta doméstica. Desde 23 de fevereiro a exportação do produto foi suspensa devido ao registro de casos da doença da vaca louca no Pará.

Kislanov também lembrou que os preços das peças de carne já vinham baixando após fortes altas na pandemia.

Tendência de queda?

Mesmo que os fatores apresentados acima causem a queda no preço da carne, há fatores que infelizmente irão anular isso. A retomada de impostos sobre combustíveis pelo presidente Lula irão pressionar fortemente os custos da cadeia produtiva no país. Isso fará com que os preços de muitos produtos tendam a subir, e a carne é um deles.

Além destes impostos, muito outros irão impactar na economia. E depois, a recessão econômica global que já está em fluxo irá pesar fortemente no bolso dos brasileiros.

Resumindo: dadas as atuais circunstâncias, há muito pouco a se comemorar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Railander Games
Economia

Empreendedor abre locadora de videogames a preços acessíveis para crianças carentes no CE

Um cearense chamado Vicente da Silva Façanha, de 51 anos, mostrou um exemplo de como o empreendedorismo pode levar lazer às pessoas carentes. Com sua ideia de abrir uma locadora de videogames em sua própria casa a preços acessíveis, ele dá a oportunidade de crianças carentes poderem jogar a partir de R$ 5,00 a hora. […]

Leia Mais
"Quem construirá as estradas?"
Economia

“Quem construirá as estradas?” — Parte 1

Todos que defendem o mercado livre em detrimento do envolvimento do governo na economia já ouviram essa resposta comum: “Quem vai construir as estradas?” Às vezes, a pergunta é sincera e merece ser respondida com paciência. Na maioria das vezes, no entanto, é a rejeição de um argumento complexo e tem a intenção de encerrar […]

Leia Mais
Dólar
Economia

Dólar tem 4ª alta seguida e fecha a R$ 5,40 após declarações de Lula e decisão do Fed

O dólar teve seu quarto dia de alta nesta quarta-feira (12), fechando em R$ 5,40. O mercado financeiro atribui tal alta do dólar à repercussão das falas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que deu sinais de que queria aumentar os gastos do governo e fazer corte de juros usando “questões sociais” como justificativa. […]

Leia Mais