GoFundMe bloqueia doações aos caminhoneiros em protestos no Canadá

GoFundMe

A necessidade de adoção das criptomoedas é demonstrada após a decisão do GoFundMe em congelar e até apreender os fundos de diversas de pessoas que doaram para o protesto em andamento no Canadá contra o governo Trudeau. O governador Ron DeSantis da Flórida chegou ao ponto de pedir uma investigação oficial.

É uma fraude para o @gofundme confiscar $9M em doações enviadas para apoiar caminhoneiros e doá-lo a causas de sua própria escolha.

Trabalharei com @AGAshleyMoody para investigar estas práticas enganosas – estes doadores devem receber um reembolso.

Ron DeSantis (@GovRonDeSantis) 5 de fevereiro de 2022

Após esse tweet e extrema pressão sobre o GoFundMe, eles anunciaram que emitiriam reembolsos, em vez de confiscar o dinheiro. O protesto recebeu o apoio de Elon Musk, que se aliou aos manifestantes, chamando os responsáveis pela apreensão dos fundos de “ladrões profissionais”.

Canadian truckers rule

— Elon Musk (@elonmusk) January 27, 2022

Todo o desastre com o GoFundMe destaca o como é fundamental o uso e a necessidade das criptomoedas. Como disse a Bitcoin Magazine: “A natureza peer-to-peer e não censurável de uma transação Bitcoin poderia ser, deveria ser e está sendo usada pelos milhares de comboios e seus apoiadores financeiros em todo o continente”.

Isto é, servido de bandeja, uma grande propaganda acidental para as criptomoedas, descentralização e DAO’s. Enviar dinheiro a uma autoridade central como GoFundMe que pode arbitrariamente apreendê-lo, cancelá-lo ou redirecioná-lo é loucura e muitas pessoas estão percebendo isso agora. Este é um ótimo momento de relações públicas para as criptos.

A separação entre estado e dinheiro é o que está em jogo agora. O comboio não quebrou nenhum TOS com GoFundMe, a empresa foi coagida pelo governo canadense a congelar o dinheiro. As autoridades canadenses mais ou menos admitem isto, como visto no tweet abaixo.

Quero agradecer sinceramente à equipe do @gofundme por ouvir o apelo feito pela cidade e pela polícia de Ottawa para não mais fornecer fundos para os organizadores do comboio. 1/3

Jim Watson (@JimWatsonOttawa) 4 de fevereiro de 2022

O Bitcoin e outras moedas muito descentralizadas e privadas como Monero brilharão diante de cenários cada vez mais crescentes como este. Todos falam sobre as novidades brilhantes, sejam elas o metaverso, NFTs ou game-fi. Entretanto, o principal objetivo do Bitcoin e das criptos sempre foi separar dinheiro e estado e contornar a centralização.

Não há caso de uso mais importante que esse. Parece que os caminhoneiros e aqueles que querem doar par a causa já tomaram a orange pill. De acordo com o FinBold, “usando o Tallycoin, a campanha de arrecadação de fundos agora é capaz de receber todos os Bitcoins diretamente em carteiras nas quais eles mantêm a posse das chaves”. A campanha já levantou mais de 2 BTC e provavelmente vai explodir à medida que essas histórias continuarem a ser divulgadas.

“Todos os Bitcoins levantados estão guardados em uma carteira que precisará de várias assinaturas para gastar os fundos arrecadados.” O grupo agora deve coordenar como os fundos serão utilizados. Um dos usos será na compra de combustível e comida para os caminhoneiros que estão resistindo ao frio intenso do Canadá.

Quer você concorde ou não com os caminhoneiros, a situação evidencia o quanto as criptomoedas são necessárias. Confira o essencial sobre criptos aqui.

Texto por Nick. Traduzido e adaptado por Gazeta Libertária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escola cívico-militar
Política

Sobre a polêmica em torno do projeto das escolas cívico-militares

Foi aprovado pela Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) nesta terça-feira (21), o projeto de lei que viabiliza a implementação de escolas cívico-militares nas redes municipais e estaduais de educação do estado de São Paulo. Para muitos preocupados com a doutrinação esquerdista sobre as crianças nas escolas, o projeto é visto como uma saída. No […]

Leia Mais
Emchentes no Rio Grande do Sul
Política

Municípios atingidos pelas inundações no RS enfrentam burocracia para receber ajuda do governo federal

Em um artigo da CNN, diversas entidades municipais informaram que estão enfrentando uma enorme burocracia para receber verbas do governo federal para lidar com os impactos das inundações no Rio Grande do Sul. A informação contrasta com a acusação por parte da grande mídia e agentes públicos, de que a afirmação de tal burocracia na […]

Leia Mais
Dique de Mauá
Política

Bombeiros usam sacos de areia de improviso para impedir inundação no RS

Em um vídeo que está circulando na internet, uma equipe de bombeiros usa sacos de areia como improviso para impedir que um determinado lugar no Rio Grande do Sul fosse inundado. Um perfil popular no X chamado Peregrino publicou o vídeo e fez uma comparação com diques construídos por holandeses há mais de 100 anos. […]

Leia Mais