Governo irá liberar R$ 10 bilhões via BNDS para combate às “mudanças climáticas”

BNDS irá liberar R$ 10 bilhões para o Fundo Clima

O “combate às mudanças climáticas” é uma das bandeiras que os estados modernos mais utilizam para justificar o aumento de expropriação sobre a população e ajudar suas empresas parceiras. E o estado brasileiro vem com mais uma ação neste caminho, liberando via BNDS cerca de R$ 640 milhões para o combate às “mudanças climáticas”.

A medida foi anunciada pelo Ministério do Meio Ambiente, que informa que o repasse foi dado ao Fundo do Clima, mecanismo criado em 2010 para financiar o combate as mudanças climáticas. E como não poderia ser diferente, a pasta também anunciou 6 linhas de crédito que poderão ser acessadas por empresas e entidades da sociedade civil que se dizem “verdes”.

As empresas “verdes” que serão contempladas com essas linhas de crédito com juros artificialmente baixos serão as dos seguintes setores: desenvolvimento urbano resiliente e sustentável, logística e transporte coletivo, transição energética, florestas nativas e recursos hídricos, serviços e inovação verde. E com empresas “verdes”, entendamos aqui empresas que recebem benefícios via estado, como crédito subsidiado, por seguirem as diretrizes ambientalistas. E obviamente o dinheiro dos pagadores de impostos irão compensar esse juros artificialmente baixos.

Mas não para por aí. O Fundão do Clima também espera captar R$ 10 bilhões com a emissão de títulos soberanos sustentáveis do Tesouro Nacional. Títulos esses cujos compradores serão pagos com dinheiro dos pagadores de impostos, obviamente.

As mudanças climáticas como desculpa para o estado roubar mais

Como dito em um artigo recente de autoria de Gabriel Camargo, é possível reconhecer a cientificidade das mudanças climáticas e a importância e necessidade de se lidar com elas. No entanto, o estado há muito tempo vem monopolizando para si a função de solucinador de qualquer questão associada ao clima. E não poderia ser diferente.

Tal instituição parasitária sempre buscou alimentar a dependência da sociedade por ele por meio da monopolização de qualquer questão considerada de grande importância. E os receios com os possíveis efeitos negativos das mudanças climáticas vem sendo usados nas últimas décadas como justificativa para ele expandir seu controle sobre a sociedade e os recursos bem como para favorecer as empresas aliadas à ele.

Isso por si só mostra que não podemos confiar algo tão delicado como os efeitos do clima à uma instituição criminosa e corrupta como o estado. Muito provavelmente a narrativa estatal sobre as mudanças climáticas impediu que pensássemos até agora em soluções mais econômicas, éticas e práticas, como os possíveis meios para nos adaptarmos à tais mudanças. Algo que a humanidade vem fazendo há milhares de anos.

Liberte a Natureza do Estado! Descubra o que a propriedade privada pode fazer pelo meio ambiente! Clique no banner abaixo e saiba como ?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sinais eletromagnéticos no cérebro
Política

A “Síndrome de Havana” é uma agressão russa ou outra teoria da conspiração da mídia?

Na noite de domingo, o programa 60 Minutes da CBS publicou um segmento sobre a série de episódios médicos misteriosos sofridos por oficiais de inteligência dos Estados Unidos e funcionários do governo que receberam o apelido de “Síndrome de Havana”. Por quase uma década, as autoridades e suas famílias relataram ouvir sons repentinos de zumbidos […]

Leia Mais
Lula Macron Urânio
Política

Governo Lula assina acordo com a França para explorar urânio no Brasil

Representantes dos governos brasileiro e francês assinaram nesta quinta-feira (28), em Brasília, um acordo que prevê colaboração para geração de energia nuclear. Segundo reportagem da CNN, um dos destaques do texto do acordo é um entendimento para a exploração de reservas de urânio no Brasil. O acordo é de grande interesse para o governo francês, […]

Leia Mais
Lula e Maduro
Política

De forma inesperada, governo Lula endurece o tom contra governo Maduro na Venezuela

De forma inesperada, O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) endureceu o tom com o governo venezuelano de Nicolás Maduro, tradicional aliado das gestões petistas. A repreensão do governo foi feita por meio de uma nota divulgada na última terça-feira (26/3), pelo Itamaraty, onde foi manifestada uma preocupação com o andamento das eleições […]

Leia Mais