Jornalista lendário diz saber qual foi o “objeto misterioso” que sobrevoou o Alasca e foi abatido pelas forças armadas dos EUA

Segundo o jornalista Seymour Hersh, suposto OVNI derrubado pelos EUA era um balão meteorológico do próprio país

Tempo estimado de leitura: 4 minutos

No último sábado, oficiais americanos anunciaram que os militares estavam suspendendo a busca dos objetos balões abatidos por caças sobre o Alasca e o Lago Huron.

Segundo o The Guardian, o anúncio veio “dias depois que os balonistas do norte de Illinois disseram que um dos OVNIs perdidos poderia pertencer ao seu grupo”.

As autoridades ainda não confirmaram que objetos eram esses. Embora saibamos que eles foram abatidos perto da fronteira entre os EUA e o Canadá por um F-22, que os explodiu com um míssil AIM-9X Sidewinder a cerca de 40.000 pés.

O jornalista Seymour Hersh, no entanto, diz que sabe o que são tais objetos. O lendário repórter premiado com o Pulitzer, que recentemente apareceu no programa da Russell Brand no YouTube para discutir a explosão do gasoduto Nord Stream, disse que fontes lhe afirmaram que o exército americano derrubou um de seus próprios aparelhos meteorológicos.

“Posso lhe falar sobre os balões?” Hersh perguntou à Brand depois de fazer uma brincadeira sobre o colorido chapéu de meia do comediante britânico. “O governo federal tem um contrato com o departamento de meteorologia da Universidade do Alasca-Fairbanks – esse é um lugar frio, é bem lá em cima”.

Hersh, disse ter visitado o campus universitário de Fairbanks e que lá faz tanto frio que não há nenhuma estação meteorológica na região. Então a universidade usa o que Hersh descreve como pequenos veículos aéreos que coletam dados meteorológicos que são transmitidos de volta aos funcionários da universidade, que podem notificar os pilotos que sobrevoam o Círculo Polar Ártico de qualquer atividade meteorológica incomum.

“Eles são repórteres dessa informação, e foi isso que foi abatido”, disse Hersh à Brand. “Uma dessas unidades… que é enviada pela universidade e paga pelo governo para percorrer o Círculo Ártico e relatar sobre o clima extremo”.

Homenzinhos Verdes?

Ainda não sabemos ao certo o que o exército americano abateu. Hersh pareceu bastante confiante, embora tenha expressado ceticismo de que o governo admitirá sua responsabilidade por isso.

Naturalmente, surgiram diferentes teorias sobre o caso. O New York Times de segunda-feira lançou a ideia de que os alienígenas poderiam estar envolvidos, observando que os militares americanos derrubando um avião civil seria um fim monótono para uma história que havia fascinado todo o país.

“Para uma nação que tem sido fascinada por esta saga desde que começaram os ataques aéreos sobre os objetos misteriosos – Pop! Pop! Pop!” – o final parecia incompleto”, diz a escritora do Times Katie Rogers. “Os alienígenas estariam envolvidos?”

Negativo, a Casa Branca respondeu. Nada que sugerisse que se tratava de alienígenas.

Que tal máquinas de vigilância de “proveniência misteriosa”?

Mais uma vez, negativo, a Casa Branca respondeu.

“Uma Escassez de Areia

Não sabemos ao certo, mas a resposta de Hersh parece mais plausível. Depois de ser repreendido na imprensa por deixar um balão de vigilância chinês viajar sem obstáculos sobre o continente americano durante dias, parece que o Pentágono abalado junto com a administração Biden entraram em pânico e derrubaram várias aeronaves benignas, incluindo uma de suas máquinas meteorológicas (que eles próprios supervisionam, se não forem donos de fato).

Para aqueles que amam uma boa conspiração, esta resposta pode ser decepcionante. Certamente, o governo está escondendo algo.

Embora não faltem na história humana disfarces e atrocidades sancionadas pelo Estado, é fácil esquecer que os governos geralmente são mais incompetentes do que sinistros.

“Se você colocar o governo federal a cargo do Deserto do Saara, em cinco anos haveria falta de areia”, disse certa vez o economista Milton Friedman, ganhador do Prêmio Nobel.

Então, meu dinheiro, diz Seymour Hersh, tem razão novamente.

Artigo escrito por Jon Miltimore, publicado em FEE.org e traduzido e adaptado por @rodrigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Greve das universidades federais
Política

Greve das Universidades Federais mantém tensão entre professores e o Governo Lula

A greve de universidades federais no país, que já dura quase dois meses, segue ativa, mantendo a tensão entre os professores federais e o Governo Lula. Por um lado, professores em greve afirmam que continuarão com a greve até receberem aumentos salariais. O governo, por sua vez, afirma que não há mais espaço no orçamento […]

Leia Mais
Macron
Política

Macron dissolve parlamento e convoca eleições legislativas antecipadas na França

No último domingo (9), o presidente da França, Emmanuel Macron, dissolveu o parlamento do país, a Assembleia Nacional, e convocou eleições legislativas antecipadas. A decisão do presidente francês foi tomada após uma pesquisa de boca de urna que mostrou que seu partido, Renascimento, seria derrotado pelo partido de oposição, União Nacional (RN), nas eleições parlamentares. […]

Leia Mais
Jorge Seif
Política

Senador Jorge Seif admite que defende imposto sobre importações porque paga o seu salário

O senador Jorge Seif (PL-SC), que se diz liberal, votou sim pela em 20% das compras internacionais até 50 dólares, que foi aprovada na última quarta-feira, 5, a taxação. O senador justificou seu voto, admitindo que tal imposto paga seu salário. O senador ainda recorreu às velhas falácias protecionistas e estatistas em defesa dos impostos […]

Leia Mais