Léo Lins pode pegar 10 anos de prisão por contar piadas

Léo Lins pode ser preso

O humorista Léo Lins tornou-se réu num processo criminal através de uma denúncia feita pelo Ministério Público de São Paulo, onde pode receber uma pena de até 10 anos de prisão! O motivo? Léo Lins é acusado de ter feito piadas com grupos considerados minoritários. Além disso, o humorista teve suas contas no TikTok e YouTube derrubadas por um prazo de 90 dias, e ainda teve um valor de R$ 300 mil bloqueado em suas contas bancárias para que pague a multa imposta pela Justiça.

A decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo foi feita neste domingo (4), e o processo corre em segredo de justiça. A Justiça alegou que a multa e o bloqueio das redes sociais foi devido ao descumprimento da ordem proferida pela juíza Gina Fonseca Correa, em maio deste ano. Na ocasião, a juíza havia aplicado uma ordem de censura ao especial de comédia “Perturbador”, que contava com 3,3 milhões de acessos.

Além disso, a magistrada também ordenou que o humorista apagasse todos os vídeos, imagens e textos que contivessem “conteúdo depreciativo ou humilhante” em relação a “qualquer categoria considerada como minoria ou vulnerável” sob pena de R$ 10 mil diários por descumprimento. Como o humorista manteve o conteúdo no ar ele acabou tendo suas contas no TikTok e YouTube bloqueadas por 90 dias.

A denúncia do Ministério Público de SP foi baseado na lei antipiadas, sancionada por Lula em janeiro deste ano. A lei prevê punições mais severas para piadas contra “minorias” do que contra crimes de furto e assalto.

Criminalização das piadas?

Em agosto o perfil humorístico do X, Joaquin Teixeira, também havia sido denunciado pelo Ministério Público por contar piadas consideradas politicamente incorretas. Na ocasião ele foi intimado a pagar uma vultosa multa para não ter suas contas nas redes sociais suspensas.

Como já dito, o Léo Lins já havia sido intimado pela justiça estatal em maio devido ao seu especial “Perturbador”. Além da exigência para que removesse o conteúdo sob multa diária de R$ 10 mil, o humorista foi proibido de sair do estado de São Paulo durante o período de 10 dias sem autorização judicial.

A nova lei antipiadas fez a justiça estatal tratar um perfil humorístico do X e um humorista pior do que verdadeiros criminosos. Enquanto a justiça estatal pega leve com praticantes de roubo, assassinato, sequestro e estupro, pessoas estão sendo tratadas como uma ameaça à sociedade por contarem piadas que no máximo podem ser consideradas de mal gosto.

E é basicamente isso que a lei antipiadas deixou claro, ao defender penas mais duras para quem fizer piadas consideradas politicamente incorretas do que para crimes de fato. A pergunta que fica é: até quando as pessoas que prezam pela verdadeira justiça irão tolerar tal situação?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Elon Musk Senado
Direito

Após críticas a Moraes e Lula, Elon Musk é convidado a falar em comissão do Senado

Após uma série de críticas dirigidas ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Elon Musk, dono do X (antigo Twitter) foi convidado a participar de uma audiência pública na Comissão de Segurança do Senado. O convite foi aprovado em sessão realizada na terça-feira […]

Leia Mais
Elon Musk e Alexandre de Moraes
Direito

PF quer convocar representantes do X após críticas de Elon Musk a Moraes e Lula

Após críticas de Elon Musk a Lula e Alexandre de Moraes, a Polícia Federal (PF) quer convocar representantes do X (antigo Twitter) para prestar esclarecimentos sobre as ações do bilionário na plataforma. Investigadores afirmam que os depoimentos não têm data prevista. A medida é uma das estratégias da investigação da Polícia Federal, que apura se […]

Leia Mais
Neto de Lula
Direito

Neto de Lula desafia críticos a provarem que seu avô é ladrão

Em um vídeo no Instagram publicado no dia 1° de abril (conhecido como Dia da Mentira), o neto do presidente Lula, Thiago Trindade, fez um desafio aos críticos do petista: provar que seu avô é ladrão. “Fica o meu desafio a essas pessoas que acham que podem ficar fazendo o Brasil de refém com ameaças. […]

Leia Mais