Lula afirma que dificilmente a meta fiscal será zero em 2024 e que o mercado é ganancioso

Lula afirma que dificilmente o déficit será de zero em 2024

O presidente Lula admitiu nesta sexta-feira, 27, que seu governo “dificilmente” cumprirá a meta fiscal de déficit zero em 2024, que foi proposta pelo ministro da Fazenda Fernando Haddad no Arcabouço Fiscal. A declaração do petista foi feita durante um café com jornalistas, no dia do seu aniversário de 78 anos.

Durante o café o presidente afirmou que para ter um déficit zero nas contas públicas, o governo precisará fazer corte de investimentos. “Dificilmente chegaremos à meta zero até porque não queremos fazer corte de investimentos e de obras”, afirma Lula. No entanto, ele mesmo deu preferência à gastos pessoais e uso de emendas para comprar apoio do Congresso enquanto várias prefeituras entraram em greve por falte de repasses.

E como apontado por Vera Rosa e Weslley Galzo, 2024 é um ano eleitoral e como os petistas já afirmaram nos bastidores, será necessário contrariar Haddad porque, se a arrecadação for insuficiente, haverá corte em programas sociais. Ou seja, não será possível financiar o assistencialismo sobre o qual o PT sempre se elegeu.

Lula ainda afirmou que o mercado é muitas vezes “ganancioso demais e fica cobrando a meta que eles acreditam que vai ser cumprida”. O presidente no caso não tolera a ideia que empreendedores e investidores não querem ser duramente taxados. E a fala do petista inclusive já vem causando indignação e preocupação no mercado, já que Haddad havia conseguido apoio de empreendedores e investidores graças à sua promessa de zerar o déficit ainda este ano.

One thought on “Lula afirma que dificilmente a meta fiscal será zero em 2024 e que o mercado é ganancioso”

  1. Que empreendedor e investidor acredita que o Haddad, um desenvolvimentista/marxista vai cumprir o que fala? Quem acredita em algo que o Lula diz?

    Somente um empreendedor e investidor já dependente do estado (já não mais investidor e tampouco empreendedor) vai escolher candidato para chamar de seu. No final das contas, esses empreendedores e investidores crentes da política, são na verdade político disfarçados de representantes do mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tomate
Economia

Saboreie o gosto da Independência, cultive-a você mesmo!

Cultivar os seus próprios tomates pode ser muito mais gratificante do que o doce sabor da sua colheita. Os benefícios adicionais tradicionais fazem com que muitos de nós regressem estação após estação. Se é um jardineiro, conhece a grande sensação de agir diretamente sobre a natureza para produzir os alimentos que come. Cultivar tomates leva-o […]

Leia Mais
MP da tarifa de luz
Economia

Segundo ex-diretor da Aneel, MP assinada por Lula para baixar a conta de energia terá efeito contrário

Segundo Edvaldo Santana, ex-diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica, a medida provisória para baixar o valor da conta de luz, assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva na terça-feira (9), tem dispositivos que levarão ao efeito contrário. Segundo Edvaldo Santana e outros especialistas, haverá um aumento da tarifa para os consumidores. A MP […]

Leia Mais
Liga Hanseática
Economia

A Liga Hanseática: Um “Império” do Comércio

Era uma vez um fenômeno medieval do norte, tão sujeito a mitos universais e curiosidade quanto o das encantadoras cidades-república florescentes do sul: a Liga Hanseática dos séculos XIII ao XVI. “O Hansa” (alemão antigo para “associações”) ou “A Liga”, como era conhecido, começou como um tratado entre Lübeck e Hamburgo “para limpar a estrada […]

Leia Mais