O ataque hacker ao perfil de Janja no X como justificativa para a PL da Censura

O ataque hacker ao perfil da primeira dama, Janja, na rede social X, causou um verdadeiro alvoroço no cenário político do país. E a esquerda política, que não perde tempo, já está usando o caso como justificativa para aprovar a PL 2.630/20, também conhecida como PL da Censura.

Aliados do governo, como o deputado federal André Janones (Avante-MG) e o ministro dos Direitos Humanos, Sílvio Almeida, defenderam a retomada dos debates sobre a à implementação da PL das Fake News, que ficou popularmente conhecida como PL da Censura.

O ataque sofrido por Janja em sua conta era a esquerda política precisava para justificar sua defesa da regulação das redes sociais. Que como já foi mostrado neste site, é apenas um pretexto para calar qualquer oposição ao governo e seus aliados. E isso inclui aliados presentes nos 3 Poderes.

PL da Censura agora vai?

Como bem apontado pelo jornalista Igor Gadelha em um artigo do Metrópoles, é pouco provável que a PL da Censura seja colocada em pauta novamente, já que foi deixada de lado desde a percepção do Congresso da recepção negativa do público sobre a proposta.

O projeto foi proposto pelo deputado Orlando Silva (PCdoB), e levado para votação em abril. No entanto, devido à recepção negativa da PL, a votação no Senado foi suspensa, sem previsão para sua retomada.

Além disso, como bem apontado pelo advogado e articulista do Poder 360, André Marsiglia, não há nenhuma referência à proteção contra ataque hacker no atual texto da PL da Censura:

“aviso aos navegantes, não há uma só vírgula no PL 2.630/20 que impeça contas de serem invadidas. Coibir invasão não tem nada a ver com regular conteúdo”

E continuou:

“Curiosamente, afirmar que o PL 2.630/20 (das fake news) protege contra invasões e responsabiliza big techs pela ação de hackers é uma tremenda fake news”, completou Marsiglia. Basta passar os olhos pela Lei Carolina Dieckmann para constatar a farsa”

O ataque hacker

A conta de Janja no X (antigo Twitter) foi invadida pelo hacker por volta das 21h30 desta segunda-feira (11). Durante uma hora, o hacker fez uma publicações contra Janja, o presidente Lula e o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

Após isso, a conta foi bloqueada pelo X a pedido da Polícia Federal, como informado pelo diretor-geral da Polícia Federal (PF), Andrei Passos, ao G1. Após iniciar uma investigação, a polícia prendeu o primeiro suspeito, de 17 anos e morador de Sobradinho, no DF. Segundo a polícia, ele confessou a participação no ataque hacker à conta de Janja.

Além dele, também foram presos suspeitos de participar do ato em Belo Horizonte (MG) e em Ribeirão das Neves, na Grande BH, também MG. Ao todo foram cumpridos quatro mandados de prisão.

A polícia segue com a investigação para saber de onde partiu a invasão e de qual IP. Os celulares apreendidos estão sendo usados na perícia. A PF também está investigando se a ação se tratou de um ataque isolado ou grupal.


Quer entender melhor sobre política, economia e outros assuntos importantes para a causa da liberdade? Então assine o Plano Konkin, onde você terá acesso a uma série de cursos que irão aumentar seus conhecimentos, além de um livro bônus todo mês e desconto na compra de livros da Editora Konkin, dentre outros produtos

Basta clicar no banner abaixo para saber mais! ?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sinais eletromagnéticos no cérebro
Política

A “Síndrome de Havana” é uma agressão russa ou outra teoria da conspiração da mídia?

Na noite de domingo, o programa 60 Minutes da CBS publicou um segmento sobre a série de episódios médicos misteriosos sofridos por oficiais de inteligência dos Estados Unidos e funcionários do governo que receberam o apelido de “Síndrome de Havana”. Por quase uma década, as autoridades e suas famílias relataram ouvir sons repentinos de zumbidos […]

Leia Mais
Lula Macron Urânio
Política

Governo Lula assina acordo com a França para explorar urânio no Brasil

Representantes dos governos brasileiro e francês assinaram nesta quinta-feira (28), em Brasília, um acordo que prevê colaboração para geração de energia nuclear. Segundo reportagem da CNN, um dos destaques do texto do acordo é um entendimento para a exploração de reservas de urânio no Brasil. O acordo é de grande interesse para o governo francês, […]

Leia Mais
Lula e Maduro
Política

De forma inesperada, governo Lula endurece o tom contra governo Maduro na Venezuela

De forma inesperada, O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) endureceu o tom com o governo venezuelano de Nicolás Maduro, tradicional aliado das gestões petistas. A repreensão do governo foi feita por meio de uma nota divulgada na última terça-feira (26/3), pelo Itamaraty, onde foi manifestada uma preocupação com o andamento das eleições […]

Leia Mais