Presidente do Sudão é deposto e militares assumem

O presidente do Sudão, Omar al-Bashir, foi deposto após 30 anos no governo. A notícia foi proferida pelo ministro da defesa, Kamal Abdel, na manhã dessa quinta-feira (11), o ministro também afirmou que um conselho militar vai governar o país nesse novo período de transição, que irá durar dois anos. Após o fim do período haverão novas eleições. Abdel também anunciou três meses de estado de emergência, um cessar-fogo nacional e a suspensão da constituição.

Bashir, que governava o país desde 1989, é alvo de dois mandados internacionais de prisão por genocídio, crimes de guerra contra a humanidade, emitidos pelo Tribunal Penal Internacional, por causa de crimes cometidos em Darfur. Kamal afirmou que o ex-presidente foi detido “em um lugar seguro”.

Ontem, milhares de pessoas contrárias ao governo saíram as ruas para comemorar o golpe contra Omar al-Bashir. Grande parte dos manifestantes pediram, porém, por um governo civil e disseram que não querem uma administração liderada por militares.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Greve das universidades federais
Política

Greve das Universidades Federais mantém tensão entre professores e o Governo Lula

A greve de universidades federais no país, que já dura quase dois meses, segue ativa, mantendo a tensão entre os professores federais e o Governo Lula. Por um lado, professores em greve afirmam que continuarão com a greve até receberem aumentos salariais. O governo, por sua vez, afirma que não há mais espaço no orçamento […]

Leia Mais
Macron
Política

Macron dissolve parlamento e convoca eleições legislativas antecipadas na França

No último domingo (9), o presidente da França, Emmanuel Macron, dissolveu o parlamento do país, a Assembleia Nacional, e convocou eleições legislativas antecipadas. A decisão do presidente francês foi tomada após uma pesquisa de boca de urna que mostrou que seu partido, Renascimento, seria derrotado pelo partido de oposição, União Nacional (RN), nas eleições parlamentares. […]

Leia Mais
Jorge Seif
Política

Senador Jorge Seif admite que defende imposto sobre importações porque paga o seu salário

O senador Jorge Seif (PL-SC), que se diz liberal, votou sim pela em 20% das compras internacionais até 50 dólares, que foi aprovada na última quarta-feira, 5, a taxação. O senador justificou seu voto, admitindo que tal imposto paga seu salário. O senador ainda recorreu às velhas falácias protecionistas e estatistas em defesa dos impostos […]

Leia Mais