terça-feira, julho 5, 2022

Segundo Anonymous, Adélio Bispo culpa PT pela facada em Bolsonaro

O grupo hacker Anonymous afirmou, em tweet, que teve acesso a um depoimento de Adélio Bispo, responsável pela facada em Jair Bolsonaro. Segundo eles, Adélio em depoimento à polícia afirmou que foi contratado pela campanha de Haddad no PT para cometer o ato.

Em novembro do ano passado, a Polícia Federal já havia reaberto o caso de Adélio Bispo e apreendido o celular do seu advogado, Zanone de Oliveira Junior. O advogado de Bolsonaro, Rodrigo Morais Fernandes, afirma suspeitar que Adélio Bispo possa não ter agido sozinho e que uma investigação mais apurada seria importante para descobrir mais pistas sobre o caso.

A polêmica gerou grande repercussão nos sites de notícias, com alguns internautas sugerindo que tudo possa ser um plano de Bolsonaro, onde o presidente pressionou Adélio a incriminar o PT e assim impedir que o partido concorra às eleições de 2022.

Essa suposição foi levantada pelo site de esquerda, Revista Fórum, baseado no tweet do grupo Anonymous:

Print do tweet do grupo Anonymous onde é afirmado que Adélio Bispo avisou o PT de tê-lo contratado para tentar matar Bolsonaro e que ele possa ter dito isso após ser coagido por Bolsonaro.

O Revista Fórum acredita que isso possa ser a confirmação da suspeita da jornalista que trabalha para o site, Hildegard Angel, sobre uma fala recente de Bolsonaro.

Em suas redes sociais, Bolsonaro afirmou que vai acontecer algo novo que vai mudar o Brasil.” A jornalista Hildegard Angel interpretou isso como uma tática de Bolsonaro para tirar o PT da disputa nas eleições. Em um artigo do Revista Fórum, ela diz:

Fonte razoável informa que o anunciado ‘fato novo que salvará o Brasil’ é atribuir ao PT a facada em Bolsonaro. Um Plano Cohen Tabajara”, afirmou a jornalista, lembrando do documento forjado por militares em 1937 para implantar a ditadura do Estado Novo.

Já o youtuber libertário do canal Ancap.su que também comentou sobre o caso, acredita inclusive que seja pouco provável que o PT esteja por trás do atentado contra Bolsonaro durante as eleições de 2018.

Sua hipótese é de que o PT possa ter apostado na imagem negativa que Bolsonaro tinha frente a grande mídia e que isso tornaria mais difícil para ele se eleger, inclusive preferindo até mesmo uma concorrência entre ele e Haddad no segundo turno – o que não saiu como o esperado com Bolsonaro sendo eleito.

APOIE GAZETA LIBERTÁRIA

Contamos com a generosidade de nossos doadores para tornar tudo isso possível. Desejamos publicar nosso conteúdo diariamente para todos, semeando o libertarianismo. Apoie nosso grupo de escritores. 

CONTRIBUIR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

CONFIRA