SPTrans e o vazamento de dados de usuários do Bilhete Único

Ataque hacker à SPTrans fez vazar informações de mais de 13 milhões de usuários do Bilhete Único

Na última sexta-feira, dia 23, a SPTrans – empresa responsável por regular as empresas de transportes junto à prefeitura de São Paulo – comunicou um vazamento e dados de 13 milhões de usuários do Bilhete Único. Segundo a gerenciadora, o fato ocorreu em abril de 2020, mas só foi descoberto mais de dois anos depois.

Entre as informações dos usuários que foram vazadas estão nome, nome social, data de nascimento, CPF, RG, endereço, número de telefone, filiação, PIS, matrícula de aluno, estado civil, naturalidade, sexo, e-mail, além de login e senha do portal de serviços da SPTrans na internet.

A polícia segue com as investigações sobre o ataque hacker. No entanto, não há nenhuma suspeita de quem esteja por trás do ataque.

Prefeitura de São Paulo foi incapaz de evitar o ataque

A SPTrans era anteriormente uma empresa estatal responsável pela regulação de transportes no município de São Paulo. A estatal – chamada de Companhia Municipal de Transportes Coletivos (CMTC) – foi privatizada em 1995, recebendo o nome de SPTrans. No entanto manteve o mesmo CNPJ.

Hoje, a SPTrans é uma empresa mista (constituindo uma parceria entre a iniciativa privada e o estado), sendo que o governo municipal de São Paulo é seu principal responsável.

Sendo assim, qualquer ação irresponsável da SPTrans é responsabilidade direta do governo municipal. Entretanto, o próprio governo municipal foi incapaz de impedir o ataque hacker, sendo mais um exemplo da ineficiência estatal.

Situação do caso

Enquanto as investigações (sem sucesso) prosseguem, os usuários continuam usando normalmente o Bilhete Único como passagem. De acordo com a A SPTrans, não houve desvios dos valores dos créditos dos passageiros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lula Holocausto
Ética

Artigo do UOL em defesa da fala de Lula sobre Holocausto abre oportunidade para discutir pautas identitárias

A fala de Lula comparando os ataques de Israel a Palestina com o Holocausto, gerou uma onda de reações mistas a fala do petista. De um lado, vários grupos, principalmente os mais a direita, reprovaram a comparação do presidente, a acusando de falaciosa e um desrespeito aos judeus. O estado de Israel por sua vez […]

Leia Mais
PL da Censura
Ética

No STF, Lula volta a defender regulação das redes sociais

O presidente Lula voltou a defender a regulação das redes sociais, propondo punição para as empresas proprietárias pelos “crimes cometidos nas plataformas” sob sua responsabilidade. A fala do petista foi feita durante a abertura do Ano Judiciário de 2024, junto ao STF, realizada na última quinta-feira. Além de Lula, também participou da cerimônia o presidente […]

Leia Mais
Oposição a Putin
Ética

Legisladores russos aprovam confisco de bens de pessoas que desacreditam o exército

As autoridades políticas russas estão tomando todas as medidas para silenciar aqueles que apontam para o que de fato a invasão a Ucrânia é: um ataque aos civis ucranianos e suas respectivas propriedades. E para isso, a câmara baixa do parlamento russo aprovou na quarta-feira um projeto de lei que permitiria às autoridades confiscar dinheiro, […]

Leia Mais