sexta-feira, julho 1, 2022

Suécia declara que a pandemia “acabou”

País que se recusou a impor regras rígidas de lockdown sai primeiro do pesadelo da COVID-19.

A Suécia, um país que nunca impôs medidas significativas de lockdown, declarou oficialmente que a pandemia da COVID-19 “acabou” e anunciou que suspenderá todas as restrições restantes.

“Essa pandemia, como conhecemos, eu diria que acabou”, disse a ministra da saúde, Lena Hallengren, ao Dagens Nyheter. “Não acabou, mas como a conhecemos em termos de mudanças rápidas e restrições, acabou”.

Segundo a Reuters, esses comentários foram o mais próximo possível do país “declarar efetivamente o fim da pandemia”.

A partir de hoje, os bares e restaurantes estão autorizados a permanecer abertos depois das 23 horas novamente e não há limites para o número de convidados.

Os limites de atendimento para recintos fechados e passaportes de vacina, que foram introduzidos temporariamente em resposta à variante Ômicron, foram descartados.

A maioria das regras de teste para COVID-19 também foi abolida.

A Suécia, sendo o primeiro país a declarar a pandemia como resolvida, certamente enfurecerá os fanáticos por lockdown e os adoradores de máscaras..

Apesar de estar sofrendo uma reação intensa, a abordagem do país de se recusar a impor duras restrições de lockdown foi completamente justificada.

Ao contrário de outros países europeus, como França e Espanha, que impuseram regras draconianas de isolamento, a taxa de mortalidade por COVID-19 na Suécia é comparativamente melhor, e o país está saindo da pandemia enquanto outras nações estão se recusando a suspender as restrições por pelo menos mais alguns meses.

O país escandinavo não impôs mandatos rígidos de máscaras, com o epidemiologista sênior Anders Tengell afirmando que as coberturas faciais eram de fato “perigosas” porque proporcionavam uma falsa sensação de segurança, ao mesmo tempo em que não conseguiam deter a propagação do vírus.

Como destacamos em outubro de 2020, a Suécia novamente se recusou a seguir outros países europeus reimpondo regras de isolamento, argumentando que aqueles assolados  pela solidão e pela miséria já haviam sofrido o suficiente.

Parabéns, Suécia.

APOIE GAZETA LIBERTÁRIA

Contamos com a generosidade de nossos doadores para tornar tudo isso possível. Desejamos publicar nosso conteúdo diariamente para todos, semeando o libertarianismo. Apoie nosso grupo de escritores. 

CONTRIBUIR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

CONFIRA