Um quarto dos bancos centrais planeja aumentar as reservas de ouro como proteção contra o dólar americano

Bancos centrais comprando ouro

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Novos dados mostram que quase um quarto de todos os bancos centrais está procurando se proteger contra o dólar americano acumulando mais ouro.

De acordo com uma pesquisa do World Gold Council, uma organização de desenvolvimento de mercado para o setor de ouro, os bancos centrais de todo o mundo estão mais pessimistas em relação ao dólar do que no passado e, consequentemente, planejam aumentar suas reservas de ouro.

“Após um nível historicamente alto de compra de ouro pelo banco central, o ouro continua sendo visto com bons olhos pelos bancos centrais. Nossa pesquisa de 2023 revelou que 24% dos bancos centrais pretendem aumentar suas reservas nos próximos 12 meses.

Além disso, as opiniões dos bancos centrais sobre o futuro papel do dólar norte-americano foram mais pessimistas do que nas pesquisas anteriores. Em contrapartida, suas opiniões sobre o papel futuro do ouro ficaram mais otimistas, com 62% dizendo que o ouro terá uma participação maior no total de reservas, em comparação com 46% no ano passado.”

Além disso, a pesquisa revela que sete em cada 10 bancos centrais, 10% a mais do que no ano passado, acreditam que as reservas de ouro em geral aumentarão nos próximos 12 meses.

Um relatório recente do gigante bancário UBS previu que os bancos centrais acumulariam 700 toneladas métricas de ouro no valor de US$ 48,74 bilhões somente neste ano.

De acordo com o titã financeiro, é provável que os bancos centrais continuem estocando ouro nos próximos meses devido à inflação persistente e às preocupações geopolíticas.

“O ano passado marcou o 13º ano consecutivo de compras líquidas de ouro pelos bancos centrais globais e o nível mais alto de demanda anual registrado desde 1950.

Com 1.078 toneladas métricas em 2022, a compra de ouro pelos bancos centrais mais do que dobrou em relação às 450 toneladas métricas em 2021. Com base nos dados do 1T23 do World Gold Council, os bancos centrais estão no caminho certo para comprar cerca de 700 toneladas métricas de ouro este ano, muito mais do que a média desde 2010, abaixo de 500 toneladas métricas.

Acreditamos que essa tendência de compra dos bancos centrais deve continuar em meio ao aumento dos riscos geopolíticos e à inflação elevada.”

Artigo escrito por Alex Richardson, publicado em Daily Hodl e traduzido e adaptado por @rodrigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Lei sancionada por Lula pode aumentar os custos com autoescola

O presidente Lula sancionou na última quarta-feira, 15, a lei 14.92/24, que estabelece a idade máxima dos veículos destinados à formação de condutores. Tal medida poderá aumentar os custos das autoescolas, já que elas precisarão trocar os veículos utilizados nos cursos de condução com mais frequência. A lei A lei 14.92/24 estabelece a idade máxima […]

Leia Mais
Economia

Isenção do imposto sobre a carne é derrota de Lula, e não sua vitória

Após a inclusão da carne bovina entre os alimentos isentos de impostos ser aprovada no Congresso, Haddad se manifestou afirmando que a decisão seria uma vitória do presidente Lula. No entanto, falas anteriores de Lula sobre tributar carnes nobres mostram que isso não era uma pretensão do petista. Carne isenta de impostos Na última quarta-feira […]

Leia Mais
Economia

Superpopulação: Um Mito Antigo Refutado

O príncipe Philip disse certa vez: “Caso eu reencarne, gostaria de voltar como um vírus mortal, para contribuir de alguma forma para resolver o problema da superpopulação”. O falecido Duque de Edimburgo faleceu em 2021, mas o sentimento histérico que ele expressou sobre a superpopulação continua vivo. Uma pesquisa da YouGov revelou que as preocupações […]

Leia Mais