Vacinação obrigatória de funcionários é suspensa nos EUA

Neste dia 06 uma corte de apelação nos Estados Unidos assinou uma liminar que suspendeu a obrigatoriedade de vacinação nas empresas.

Essa medida havia sido feita pelo governo de Biden e que iria começar a entrar em vigor no dia 4 de janeiro de 2022.

Essa regra obrigava os empresários a comprovação de aplicação das duas doses da vacina (ou a vacina com apenas uma dose). Já os não vacinados teriam que apresentar um teste negativo toda semana para poderem trabalhar.

Vários governos estaduais criticaram essa medida, entre eles, Texas, Louisiana, Carolina do Sul, Utah e Mississipi, moveram ações judicias contra. E, segundo o Tribunal de Recursos da Quinta Circunscrição de Nova Orleans, haveria grandes problemas constitucionais e por isso bloquearam-a.

Além disso, o governador da Flórida pronunciou-se afirmando que processará o governo federal, por causa dessa medida, a qual chamou de inconstitucional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pistola de água Carnaval
Direito

Governador da Bahia sanciona lei que proíbe uso de pistola de água durante o Carnaval para combater “machismo e misoginia”

Foi aprovada na última segunda-feira (29) pelo governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, a Lei nº 14.584, que proíbe a utilização de pistolas de água e objetos similares durante o Carnaval e festas de rua. Segundo o governador, a medida visa prevenir assédios contra mulheres. O evento em que ocorreu a aprovação da lei, teve a […]

Leia Mais
Monark
Direito

Monark pode pegar 2 anos de prisão por desobedecer ordens do STF, afirma Polícia Federal

Segundo a Polícia Federal, o influencer Monark pode pegar até 2 anos de prisão por ter desobedecido ordens judiciais. Segundo o órgão, há indícios de que o influencer descumpriu ordens do judiciário ao criar novas contas para “disseminar fake news”. A PF informou que de acordo com o Código Penal, o indivíduo que exerce atividade […]

Leia Mais
Cyberbullyng
Direito

Sobre a criminalização do bullying e do cyberbullying

A Lei 14.811/2024, que criminaliza o bullying nas escolas e o cyberbullying, foi sancionada na última segunda-feira pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A lei teve origem no PL 4224/2021 do deputado Osmar Terra (MDB-RS). Além da criminalização do bullying e do cyberbullying, a lei prevê que crimes previstos no Estatuto da Criança e […]

Leia Mais