segunda-feira, novembro 29, 2021
InícioPolíticaXi Jinping diz para Biden não intervir na invasão da China à...

Xi Jinping diz para Biden não intervir na invasão da China à Taiwan

Na última quarta feira(17), os presidentes Joe Biden e Xi Jinping, participaram da primeira reunião virtual para discutir sobre a invasão do governo da China à Taiwan.

Durante a reunião, os dois presidentes trocaram advertências sobre a invasão do país que Xi Jinping considera como parte inalienável da China, onde o mesmo também admite que a ilha experimenta nova onda de tensões causadas pela tentativa de “retomada” do país pelo governo chinês.

Xi ainda faz um “alerta” ao presidente Biden, e diz:

Isso se deve ao fato de que as autoridades taiwanesas terem pretendido, uma e outra vez, procurar a independência, valendo-se dos EUA. (…) Essas condutas são tão perigosas como brincar com fogo”. O líder chinês disse a Biden que “algumas pessoas nos Estados Unidos tentam usar Taiwan para controlar a China.

Em um documento enviado pela embaixada da China que contém 14 páginas assinado pelo Ministério de Assuntos Exteriores da República Popular da China, afirma que Xi e Biden :

realizaram, de forma plena e profunda, comunicações e intercâmbios sobre temas estratégicos, gerais e fundamentais, no que concerne ao desenvolvimento da relação entre China e Estados Unidos.

Ainda de acordo com o texto, Xi enfatizou a necessidade de uma relação pacífica entre ambos os países, contanto que o governo americano não interfira nos “assuntos chineses”, que inclui a “retomada” de Taiwan.

Em resposta, a Casa Branca assinalou que Biden frisou a Xi Jinping a disposição dos Estados Unidos de se levantarem em prol de seus interesses e valores.

O presidente Biden levantou preocupações sobre as práticas da China em Xinjiang, Tibet e Hong Kong”, afirmou. “Sobre Taiwan, o presidente Biden sublinhou que os EUA permanecem comprometidos com a política ‘Uma China’ (…) e que os EUA fortemente se opõem aos esforços unilaterais para mudar o status quo ou minar a paz e a estabilidade no Estreito de Taiwan.

Embaixador de Taiwan comenta sobre a ameaça de Xi Ping

Em entrevista ao Correio Braziliense, o embaixador Tsung-Che Chang — representante do Escritório Econômico Cultural de Taipei em Brasília (Representação de Taiwan) — afirmou que a ameaça feita por Xi não é nova.

Segundo ele:

Existe um ditado chinês, segundo o qual aquele que brinca com fogo acaba pegando fogo. A China utiliza muito frases desse tipo para tentar enganar as pessoas. Em Taiwan, sabemos que, quando os comunistas falam algo, o comportamento deles costuma ser outro.

Na China, existe outro ditado: ‘O ladrão sempre grita’. Xi tenta enganar o mundo. A independência de Taiwan não está em questão. Nós estamos independentes. Ao admitir que Taiwan é uma província rebelde, a China tenta enganar o mundo.

De acordo com o diplomata, a estratégia de Pequim apela ao diversionismo. “É sinal de que Xi tem problemas internos”.

NOTÍCIAS SIMILARES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

CONFIRA