Agora vai? Ministério da Fazenda espera déficit de 0,25% para 2024

Déficit público

Segundo a equipe econômica do governo Lula, o Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas Primárias aponta para a possibilidade de um déficit de 0,25% neste ano. As afirmações da equipe foram feitas durante uma entrevista a revista Exame.

Na entrevista, a equipe econômica afirmou que resultado das contas públicas de janeiro foi positivo, além dos dados de fevereiro, ainda não divulgados pela Receita Federal e pelo Tesouro Nacional. A estimativa é de que o relatório seja publicado pelos ministérios da Fazenda, do Planejamento e da Gestão até 22 de março.

A equipe econômica ainda prevê um superávit primário de R$ 9,1 bilhões. A expectativa é que este saldo positivo ajude na meta de zerar o déficit público, que faz parte do novo arcabouço fiscal. A meta prevista possui uma banda de 0,25 ponto percentual de tolerância. Com isso, o resultado pode ser de um superávit ou déficit de 0,25% do PIB.

Apesar da projeção otimista estar sendo bastante comemorada pelo Ministério da Fazenda, os técnicos da pasta não afastam a possibilidade de mudança da meta ao longo do ano. Entre os riscos previstos estariam a elevação de despesas e a frustração de receitas, sobretudo aquelas relacionadas com os preços de commodities.

A expectativa da equipe de Haddad é que consigam o que o ministro havia prometido para 2023, porém não havia conseguido: zera o déficit. E para alcançar tal meta, a equipe tomou diversas medidas, como envio de projetos para elevar a arrecadação para o Congresso, redução de benefícios tributários e freio do aumento das despesas.

No entanto, o governo fechou 2023 com um déficit de R$ 230,5 bilhões . A expectativa da equipe econômica é conseguir entregar tal promessa ainda este ano. No entanto, com os crescentes gastos do governo, é pouco provável que consigam. Por esse motivo, o governo Lula pressiona por formas de aumentar a arrecadação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vietnã
Economia

Como o capitalismo venceu o socialismo no Vietnã

Phung Xuan Vu, de oito anos, e seu irmão de 10 anos foram responsáveis por buscar comida para sua família, que estava em constante aperto de fome. Eles viviam no Vietnã na década de 1980, então isso exigia cartões de racionamento. Um dos bens mais importantes da família era um livreto de vales-alimentação. Como a […]

Leia Mais
Argentina
Economia

Ação Humana em seu 75º aniversário nos ajuda a entender como o estatismo dizimou a Argentina

O septuagésimo quinto aniversário do livro Ação Humana de Ludwig von Mises nos convida a refletir sobre as conquistas acadêmicas de Mises e como a corrente econômica dominante ainda não alcançou seus avanços na economia. Como Jesus Huerta de Soto aponta em seu estudo preliminar para a versão em espanhol da décima terceira edição de […]

Leia Mais
Tomate
Economia

Saboreie o gosto da Independência, cultive-a você mesmo!

Cultivar os seus próprios tomates pode ser muito mais gratificante do que o doce sabor da sua colheita. Os benefícios adicionais tradicionais fazem com que muitos de nós regressem estação após estação. Se é um jardineiro, conhece a grande sensação de agir diretamente sobre a natureza para produzir os alimentos que come. Cultivar tomates leva-o […]

Leia Mais