As fortunas das altcoins caíram em comparação com o BTC em 2023, apesar do crescimento do mercado Cripto

Bitcoin vs altcoins

O cenário das principais criptomoedas evoluiu significativamente desde dezembro de 2022, com o valor de mercado geral da economia de criptomoedas subindo de US$ 811 bilhões para US$ 1,68 trilhão, marcando um aumento impressionante de mais de US$ 909 bilhões. Durante esse período, embora a ethereum tenha registrado um aumento de 95% este ano, seu valor em comparação com o BTC diminuiu. Especificamente, a ETH caiu de 0,07237 BTC para 0,05432 BTC, o que representa uma perda superior a 24% em relação ao bitcoin, a principal criptomoeda por capitalização de mercado.

A Ethereum não foi a única moeda digital a sofrer um declínio em relação ao BTC. A moeda Binance (BNB) também sofreu uma redução substancial, caindo de 0,0146 BTC para os atuais 0,007219 BTC. Isso significa que o BNB perdeu 50,55% de seu valor quando medido em relação ao bitcoin. A jornada de Solana mostra um quadro contrastante, com um aumento de 877% em relação ao dólar e uma impressionante ascensão de mais de 257% em relação ao BTC. Em um ano, a SOL passou de 0,0006985 BTC para os atuais 0,002496 BTC.

Por outro lado, o XRP sofreu um declínio de cerca de 30% em relação ao BTC, caindo de 0,00002096 para 0,00001462. O ADA da Cardano registrou uma redução mais modesta de aproximadamente 6,54%, caindo de 0,00001544 para 0,00001443 por unidade em relação ao bitcoin. Enquanto isso, o Avalanche (AVAX) surgiu como outro concorrente notável, passando de 0,0007008 BTC para 0,001006 BTC, marcando um aumento de 43,55% em relação ao bitcoin ao longo do ano.

O DOGE enfrentou um revés notável, perdendo 52,79% em relação ao BTC, caindo de 0,000004591 BTC para os atuais 0,000002167 BTC por unidade no ano passado. O Polkadot (DOT) também registrou uma redução, passando de 0,0002659 BTC para 0,0002074 BTC, uma queda de 22% no mesmo período. Em dezembro de 2023, o domínio do BTC aumentou para cerca de 50% em relação aos 39,9% de dezembro de 2022, enquanto a influência da ETH diminuiu ligeiramente para 16,7% em relação aos 18,4% anteriores.

O que também é interessante é o fato de que a infame “Altcoin Season” parece estar se aproximando, já que os números do Altcoin Season Index do blockchaincenter.net mostram uma pontuação de 67 quando a “Altcoin Season” começa acima de 75. A regra do Índice de Temporada de Altcoin do Blockchaincenter.net é que, se 75% das 50 principais moedas tiveram um desempenho melhor do que o bitcoin (BTC) na última temporada (90 dias), essa é oficialmente a Temporada das altcoins.

Artigo escrito por Jamie Redman, publicado em News.Bitcoin.com e traduzido por @rodrigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lula imposto sobre o Bitcoin
Criptomoedas

Governo Lula quer aumentar para 22,5% os impostos para todos os usuários de Bitcoin no Brasil

O governo Lula anunciou que pretende aumentar os impostos para todos os usuários de criptomoedas em até 22,5%. Segundo o governo, a proposta não é criar um novo imposto, mas aumentar ainda mais as taxas para os usuários que possuem criptoativos. A ideia é ‘fechar o cerco’ com àqueles que estão usando criptoativos para driblar […]

Leia Mais
Halving do Bitcoin
Criptomoedas

O halving do Bitcoin está cada vez mais próximo, com menos de 2.900 blocos restantes

No momento, restam menos de 2.900 blocos até o próximo halving do Bitcoin. Para compreender o conceito de halving, é bom entender primeiro como surgem os novos bitcoins, principalmente por meio do processo de mineração de bitcoins. Isso envolve entidades, conhecidas como mineradores, que validam blocos repletos de transações que aguardam confirmação. Em sua busca […]

Leia Mais
União Europeia ALM Criptomoedas
Criptomoedas

Novas leis contra lavagem dinheiro da UE visam transações em criptomoedas

Como parte das novas leis contra lavagem de dinheiro, o Parlamento da União Europeia proibiu carteiras de criptografia de autocustódia não identificadas para transações na região. A proibição tem como alvo as transações anônimas em dinheiro que excedam € 3.000 e as carteiras de auto-custódia em várias plataformas. Em uma publicação recente nas redes sociais, […]

Leia Mais