Aumento generalizado de preços: Qual a causa?

Aumento de preços

“A solução do governo para um problema é usualmente tão ruim quanto o problema.” – Milton Friedman [1].

É fato que desde o ano passado os preços estão aumentando constantemente, e este fenômeno não é de um único setor da economia. Na verdade, este fenômeno acontece em praticamente todos os setores [2]. E isso não aconteceu só no Brasil, as maiores potências do mundo estão sofrendo com os mesmos problemas, algumas apenas com preços altos [3], enquanto outras sofrem até mesmo com desabastecimentos [4].

Os preços generalizados que ocorrem há – pelo menos – um ano e meio tem mais de um motivo. Pretendo citá-los em tópicos, portanto, analisemos cuidadosamente as políticas que Brasil e diversos países do mundo adotaram e o que elas causaram:

I) Pandemia de Covid-19 – O evento chegou de surpresa para o mundo e acabou por diminuir a demanda por alguns produtos/serviços, a maioria por causa das medidas restritivas (lockdowns, redução de horário de funcionamento, etc.). Obviamente, esta medida causou prejuízo aos comerciantes [5], por isso os empresários tentaram e continuarão tentando recuperar o prejuízo aumentando os preços dos produtos. Isso, claro, sem contar os muitos empreendedores que foram à falência [6].

2) Choque Negativo de Oferta – Aliado ao primeiro tópico, as medidas restritivas provocaram diminuição na oferta de inúmeros bens e realocação de mercado (como por exemplo, a cana de açúcar, destinada à produção de álcool), aumentando preços em razão da baixa oferta [7].

3) Expansão Monetária (Inflação) – Por fim, essa é a pior medida a ser adotada por um governo, porém, a preferida dos políticos (leia mais). Tratando-se de uma situação de pandemia mundial, foi ainda pior. Roberto Campos Neto (presidente do Banco Central) e Paulo Guedes apostaram na desvalorização do Real para estimular a exportação e isso, por si só, já tem efeito enorme. A desvalorização monetária faz com que o aumento de preços seja generalizado [8], prejudicando ainda mais os pobres. Claro que é preciso lembrar que o aumento não acontece de maneira igual – nem ao mesmo tempo – para todos [9].

Esses três efeitos ocorrem simultaneamente como responsáveis pelo aumento generalizado dos preços.

Alguns colocam a pandemia como principal culpada, no entanto, é preciso sempre lembrar da frase já citada no início deste texto, pois a solução nunca virá de mais intervenção estatal. E por mais que alguns digam que o mundo inteiro está enfrentando praticamente os mesmos problemas, na tentativa de defender o governo – como se isso fosse ajudar de alguma forma –, o fato é: Realmente, essas coisas não aconteceram somente no Brasil, mas nos diversos locais do mundo em que aconteceu, na maioria esmagadora das vezes, as causas foram muito parecidas.

A economia é uma ciência e ela não aceita que tentemos modifica-la na base da caneta

Referências

[1] – FRIEDMAN, Milton. An economist’s protest, 1975, p. 6.
[2] – https://www.bbc.com/portuguese/brasil-58304575
[3] – encurtador.com.br/sACSY
[4] – encurtador.com.br/itRV1 (ao contrário do que afirma a imprensa, isso não foi causado por causa do Brexit, podemos falar mais sobre isso em um próximo texto.).
[5] – encurtador.com.br/hoqNS
[6] – encurtador.com.br/fvJU8
[7] – encurtador.com.br/fgmzB
[8] – Entenda um pouco mais sobre o assunto: encurtador.com.br/hkoP7
[9] – Entenda o Efeito Cantillon: youtu.be/GUutpwHGX-w

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Livrarias
Economia

Projeto no Senado pretende fixar preço de livros e limitar desconto

O projeto de lei 49/2015 do Senado, agora chamado de Lei Cortez, pretende fixar o preço dos livros e limitar os descontos, que não deverão ultrapassar 10% dirante o período de 12 meses após lançamento. A iniciativa é amplamente favorecida por várias livrarias que alegam sofrer “concorrência desleal” com empresas maiores, como a Amazon. A […]

Leia Mais
Vietnã
Economia

Como o capitalismo venceu o socialismo no Vietnã

Phung Xuan Vu, de oito anos, e seu irmão de 10 anos foram responsáveis por buscar comida para sua família, que estava em constante aperto de fome. Eles viviam no Vietnã na década de 1980, então isso exigia cartões de racionamento. Um dos bens mais importantes da família era um livreto de vales-alimentação. Como a […]

Leia Mais
Argentina
Economia

Ação Humana em seu 75º aniversário nos ajuda a entender como o estatismo dizimou a Argentina

O septuagésimo quinto aniversário do livro Ação Humana de Ludwig von Mises nos convida a refletir sobre as conquistas acadêmicas de Mises e como a corrente econômica dominante ainda não alcançou seus avanços na economia. Como Jesus Huerta de Soto aponta em seu estudo preliminar para a versão em espanhol da décima terceira edição de […]

Leia Mais