Auxílio emergencial até 2022?

Em discursos recentes do presidente Jair Bolsonaro, o mesmo sugeriu que é possível que o auxílio emergencial seja prorrogado até 2022, devido ao fato de que o Bolsa Brasil (proposto como substituto do Bolsa Família) não seja aprovado, sendo necessário usá-lo como um programa substituto.

A possível prorrogação do auxílio emergencial vem sendo bastante discutida no últimos dias, principalmente porque o governo está tendo dificuldade em aprovar o Auxílio Brasil, principalmente pela falta de recursos financeiros. Para tentar reverter essa situação, a equipe procura novas fontes através da PEC dos precatórios e da Reforma do Imposto de Renda no Senado Federal.

Além disso, o presidente Jair Bolsonaro pretende prorrogar o auxílio emergencial por mais tempo, como ele deu a entender comentando sobre o caso. Em um discurso na Bahia, Bolsonaro disse que:

Temos que trabalhar, sim, para atender a esses que ainda não retornaram ao mercado de trabalho. O Brasil é grande, o Brasil é próspero. Temos um país rico e podemos atender aos mais necessitados por mais algum tempo e pedimos a Deus que essa pandemia se vá logo embora e todos nós possamos voltar logo à normalidade

Guedes prevê prorrogação

O ministro da Economia, Paulo Guedes, também sugeriu que o auxílio emergencial será prorrogado por mais tempo. A declaração foi feita durante uma reunião no Palácio do Planalto, onde segundo o ministro:

O ministro Tarcísio (de Freitas, da Infraestrutura) vai vender mais 22 aeroportos. O ministro Rogério Marinho (do Desenvolvimento Regional) vai concluir as obras. O ministro João Roma vai estender o auxílio emergencial. Nós somos um time remando pelo Brasil

No entanto, em nota divulgada pouco depois, a assessoria de Guedes afirmou que a referência era ao Auxílio Brasil, programa que substituirá o Bolsa Família, segundo medida provisória editada em agosto.

O incidente ocorreu devido às dificuldades do Executivo em chegar a uma solução orçamentária que viabilize o reforço ao Bolsa Família, medida vista como peça importante na estratégia de reeleição do presidente Jair Bolsonaro. Nada surpreendente para nós, certo? Nesse cenário, lideranças da Câmara e governo já discutem a eventual prorrogação do auxílio emergencial, previsto para expirar em outubro.

A ideia inicial de Paulo Guedes era realizar uma reformulação do programa Bolsa Família. Para que isso fosse possível, seria necessário dar prosseguimento com o lançamento do Auxílio Brasil. Sem aprovação de reformas que bancariam o benefício, a prorrogação do auxílio emergencial 2021 pode se tornar uma realidade e talvez ser extendida até 2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Greve das universidades federais
Política

Greve das Universidades Federais mantém tensão entre professores e o Governo Lula

A greve de universidades federais no país, que já dura quase dois meses, segue ativa, mantendo a tensão entre os professores federais e o Governo Lula. Por um lado, professores em greve afirmam que continuarão com a greve até receberem aumentos salariais. O governo, por sua vez, afirma que não há mais espaço no orçamento […]

Leia Mais
Macron
Política

Macron dissolve parlamento e convoca eleições legislativas antecipadas na França

No último domingo (9), o presidente da França, Emmanuel Macron, dissolveu o parlamento do país, a Assembleia Nacional, e convocou eleições legislativas antecipadas. A decisão do presidente francês foi tomada após uma pesquisa de boca de urna que mostrou que seu partido, Renascimento, seria derrotado pelo partido de oposição, União Nacional (RN), nas eleições parlamentares. […]

Leia Mais
Jorge Seif
Política

Senador Jorge Seif admite que defende imposto sobre importações porque paga o seu salário

O senador Jorge Seif (PL-SC), que se diz liberal, votou sim pela em 20% das compras internacionais até 50 dólares, que foi aprovada na última quarta-feira, 5, a taxação. O senador justificou seu voto, admitindo que tal imposto paga seu salário. O senador ainda recorreu às velhas falácias protecionistas e estatistas em defesa dos impostos […]

Leia Mais