sábado, novembro 27, 2021
InícioPolíticaAuxílio emergencial até 2022?

Auxílio emergencial até 2022?

Bolsonaro aposta na prorrogação do auxílio emergencial como forma de se reeleger

Em discursos recentes do presidente Jair Bolsonaro, o mesmo sugeriu que é possível que o auxílio emergencial seja prorrogado até 2022, devido ao fato de que o Bolsa Brasil (proposto como substituto do Bolsa Família) não seja aprovado, sendo necessário usá-lo como um programa substituto.

A possível prorrogação do auxílio emergencial vem sendo bastante discutida no últimos dias, principalmente porque o governo está tendo dificuldade em aprovar o Auxílio Brasil, principalmente pela falta de recursos financeiros. Para tentar reverter essa situação, a equipe procura novas fontes através da PEC dos precatórios e da Reforma do Imposto de Renda no Senado Federal.

Além disso, o presidente Jair Bolsonaro pretende prorrogar o auxílio emergencial por mais tempo, como ele deu a entender comentando sobre o caso. Em um discurso na Bahia, Bolsonaro disse que:

Temos que trabalhar, sim, para atender a esses que ainda não retornaram ao mercado de trabalho. O Brasil é grande, o Brasil é próspero. Temos um país rico e podemos atender aos mais necessitados por mais algum tempo e pedimos a Deus que essa pandemia se vá logo embora e todos nós possamos voltar logo à normalidade

Guedes prevê prorrogação

O ministro da Economia, Paulo Guedes, também sugeriu que o auxílio emergencial será prorrogado por mais tempo. A declaração foi feita durante uma reunião no Palácio do Planalto, onde segundo o ministro:

O ministro Tarcísio (de Freitas, da Infraestrutura) vai vender mais 22 aeroportos. O ministro Rogério Marinho (do Desenvolvimento Regional) vai concluir as obras. O ministro João Roma vai estender o auxílio emergencial. Nós somos um time remando pelo Brasil

No entanto, em nota divulgada pouco depois, a assessoria de Guedes afirmou que a referência era ao Auxílio Brasil, programa que substituirá o Bolsa Família, segundo medida provisória editada em agosto.

O incidente ocorreu devido às dificuldades do Executivo em chegar a uma solução orçamentária que viabilize o reforço ao Bolsa Família, medida vista como peça importante na estratégia de reeleição do presidente Jair Bolsonaro. Nada surpreendente para nós, certo? Nesse cenário, lideranças da Câmara e governo já discutem a eventual prorrogação do auxílio emergencial, previsto para expirar em outubro.

A ideia inicial de Paulo Guedes era realizar uma reformulação do programa Bolsa Família. Para que isso fosse possível, seria necessário dar prosseguimento com o lançamento do Auxílio Brasil. Sem aprovação de reformas que bancariam o benefício, a prorrogação do auxílio emergencial 2021 pode se tornar uma realidade e talvez ser extendida até 2022.

NOTÍCIAS SIMILARES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

CONFIRA