‘Bitcoins adormecidos’ de uma década despertam: US$ 8 milhões movimentados a partir de endereços de 2012

Bitcoins adormecidos

Embora nenhum gasto de “bitcoins adormecidos” de 2010 ou 2011 tenha sido registrado em setembro, houve 19 gastos de 2012 neste mês. No domingo, 24 de setembro de 2023, na altura do bloco 809.204, o endereço de bitcoin “1HdwP” transferiu 149,99 BTC no valor de US$ 3,93 milhões. Os fundos foram transferidos para o endereço de bitcoin “1LWgC“, onde permanecem até o momento deste relatório.

O endereço original “1HdwP” foi criado em 8 de fevereiro de 2012, e os bitcoins antigos permaneceram intocados por 11 anos, sete meses e 16 dias. No dia da criação da carteira, o BTC foi negociado a US$ 5,69 a unidade, com base nas taxas de câmbio históricas. No dia da recente transferência, o valor do estoque havia saltado para US$ 3,93 milhões.

O movimento foi inicialmente detectado pelo analisador de blockchain btcparser.com, e a ferramenta de privacidade da Blockchair deu à transferência uma pontuação de zero. De acordo com a Blockchair, isso indica que “os problemas identificados estão colocando em risco significativamente a privacidade das partes envolvidas”. Uma das vulnerabilidades detectadas foi a reutilização de endereços, sugerindo que o remetente utilizou o mesmo endereço para receber e trocar.

No dia seguinte, na altura do bloco 809.258, um endereço originário de 8 de fevereiro de 2012 transferiu 157,66 BTC avaliados em US$ 4,1 milhões. O endereço “1AGwm” não empregou nenhuma medida de privacidade, e o Blockchair destacou duas vulnerabilidades na transação. Tanto a reutilização de endereços quanto as saídas de valores de rodadas vieram à tona.

No dia em que o endereço de 2012 foi criado, o estoque valia US$ 897. Após a transferência de outro lote de bitcoins adormecidos de 2012 no domingo, o total do ano de 2012 chegou a 5.438,46 BTC, avaliado em aproximadamente US$ 141 milhões.

No período de quatro dias entre a transferência de 149,99 BTC e as transações de 520 BTC, duas transferências foram responsáveis por 59,19 BTC de 2015. Além disso, 15 BTC de 2016 foram transferidos em 23 de setembro. Em seguida, nos dias 23 e 24 de setembro, três transferências totalizaram 139,99 BTC de carteiras de 2014. Notavelmente, 63,99 BTC desses 139,99 BTC de 2014 foram transferidos pouco antes da transação de 149,99 BTC de 2012 na altura do bloco 809.104.

Artigo escrito por Jamie Redman, publicado em News.Bitcoin.com e traduzido por @rodrigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lula imposto sobre o Bitcoin
Criptomoedas

Governo Lula quer aumentar para 22,5% os impostos para todos os usuários de Bitcoin no Brasil

O governo Lula anunciou que pretende aumentar os impostos para todos os usuários de criptomoedas em até 22,5%. Segundo o governo, a proposta não é criar um novo imposto, mas aumentar ainda mais as taxas para os usuários que possuem criptoativos. A ideia é ‘fechar o cerco’ com àqueles que estão usando criptoativos para driblar […]

Leia Mais
Halving do Bitcoin
Criptomoedas

O halving do Bitcoin está cada vez mais próximo, com menos de 2.900 blocos restantes

No momento, restam menos de 2.900 blocos até o próximo halving do Bitcoin. Para compreender o conceito de halving, é bom entender primeiro como surgem os novos bitcoins, principalmente por meio do processo de mineração de bitcoins. Isso envolve entidades, conhecidas como mineradores, que validam blocos repletos de transações que aguardam confirmação. Em sua busca […]

Leia Mais
União Europeia ALM Criptomoedas
Criptomoedas

Novas leis contra lavagem dinheiro da UE visam transações em criptomoedas

Como parte das novas leis contra lavagem de dinheiro, o Parlamento da União Europeia proibiu carteiras de criptografia de autocustódia não identificadas para transações na região. A proibição tem como alvo as transações anônimas em dinheiro que excedam € 3.000 e as carteiras de auto-custódia em várias plataformas. Em uma publicação recente nas redes sociais, […]

Leia Mais