sábado, novembro 27, 2021
InícioDireitoCondenados pela morte de Malcom X são absolvidos após 55 anos

Condenados pela morte de Malcom X são absolvidos após 55 anos

Na última quinta-feira ( 18), a Ministra da Suprema Corte Estadual Ellen Biben absolveu Muhammad Aziz, de 83 anos e Khalil Islam, morto em 2009, de suas condenações pelo assassinato de Malcom X.


De acordo com o procurador Cyrus Vance, novas evidências foram descobertas após uma investigação feita pela Promotoria de Manhattan durante dois anos, resultando na conclusão que a condenação de Aziz e Islam foram frutos de um erro desmedido.
Vance salientou que documentos foram escondidos pelos investigadores durante o caso.

Eu peço desculpas por essas violações inaceitáveis da lei e da confiança pública

disse Vance.


Khalil Islam morreu aos 74 anos de idade em 2009, dos seus 74 anos de vida, 21 foram na prisão. Islam e Aziz tinham sido condenado a prisão perpétua.

Quem foi Malcom X ?

Seu nome de nascimento era Malcom Little, anos depois após sua conversão ao Islã passou a ser conhecido como Al Hajj Malik Al-Shabaz, porém era popularmente conhecido como Malcom X.


Ao lado de Martin Luther King Jr foi um dos principais expoentes na luta contra o preconceito racial no EUA. Contudo, tinha divergências com Luther King no modus operandi: King enfatizava a não-violência e Malcom discordava fortemente. A violência para Malcom era um meio importante na luta racial.


Malcom X teve uma vida conturbada após a morte de seu pai e de sua mãe, passando por vários lares adotivos ao longo da sua infância e juventude. Malcolm teve envolvimento em vários crimes, dentre eles furto e invasão de domicílio, em 1946 foi preso. Foi na prisão que conheceu a Nação Islã e consequentemente se converteu ao islamismo.


Porém em 21 de fevereiro de 1965, Malcom foi assassinado com 16 tiros de calibre 38 e 45 com a maioria atingindo o seu peito. Malcom foi morto em frente de sua esposa Betty que estava grávida.

Curiosidade do X em seu nome

Malcom rejeitava o seu nome de nascimento “ Little”, pois afirmava que era o seu sobrenome de escravo, e o “ X” significava a rejeição do seu nome de escravo e a ausência de um nome africano para ocupar o seu lugar.

Principais ideias de Malcom X

  • Criação de um estado autônomo para negros
  • Autonomia política e econômica para os negros
  • Rejeição da igualdade e da integração à sociedade branca
  • Uso de qualquer meio necessário para vitória do movimento negro, incluindo a violência
  • Violência como recurso aceitável para autoproteção
NOTÍCIAS SIMILARES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

CONFIRA