Destruindo 7 Mitos Sobre o Bitcoin

Mitos sobre o Bitcoin

O Bitcoin é a criptomoeda mais popular do mundo e tem alguns mitos em torno dela. Esses mitos são concepções errôneas que atrapalham a mente dos usuários. Por isso é importante esclarecer os conceitos errôneos e verificar se há algum mérito relacionado a essa criptomoeda ou não.

Mito 1: O Bitcoin será substituído pelo concorrente

O Bitcoin é a primeira criptomoeda de grande sucesso. Atualmente, existem muitas criptomoedas com recursos vantajosos, mas nenhuma se aproximou dessa moeda digital. Os dados de capitalização de mercado mostram que o Bitcoin é a criptomoeda mais valorizada do mercado. De acordo com os especialistas, nenhuma outra criptomoeda substituirá o Bitcoin em um futuro próximo.

Mito 2: O Bitcoin não tem nenhuma utilidade real

Muitos pensam que não há utilização do Bitcoin no mundo real. Isso não é aceito de forma alguma porque não é verdade. Ele tem um longo histórico de casos de uso em pagamentos sem a intermediação de bancos.

Em vez disso, o Bitcoin se tornou extremamente popular. Ele é até mesmo considerado ouro digital porque pode resistir à inflação. Empresas em crescimento, como Tesla, Square e outras, compraram Bitcoins que valem milhões de dólares. Assim como o ouro, eles são escassos e limitados (21 milhões de Bitcoins). Mas o ouro é um ativo pesado para armazenar e carregar. Por outro lado, o Bitcoin pode ser enviado de um lugar para outro digitalmente.

Ele tem a chance de ser mal utilizado, como qualquer forma de dinheiro é mal utilizada. Porém, a vantagem é que o comportamento ilícito do Bitcoin é rastreável, pois está em uma cadeia aberta.

Mito 3: O Bitcoin é uma bolha

Bolha é a palavra usada para descrever os ciclos econômicos causados por aumentos insustentáveis no valor de mercado. O Bitcoin passou por vários ciclos de preços, mas se recuperou deles. Quando qualquer nova tecnologia é lançada, há um impulso indiscutível e esse ciclo é esperado.

O preço acaba aumentando quando os investidores percebem que os preços são muito mais altos do que o valor fundamental de um ativo. Alguns dos principais investidores em Bitcoin acreditam que o Bitcoin subirá e descerá com oscilações menores e durações mais longas entre elas até que, em algum momento no futuro, se estabeleça em uma estabilidade relativa, mas somente o tempo responderá a isso.

Mito 4: O Bitcoin não tem valor real

Considera-se que o Bitcoin não tem valor real porque não é respaldado por moedas fiduciárias ou ouro. Embora isso seja verdade, ele pode resistir à inflação, o que não acontece com essas moedas fiduciárias. Ele é escasso devido à sua quantidade limitada. Esse é o principal critério para manter seu valor. Isso garante que a quantidade seja reduzida, o que mantém seu preço sempre alto e em alta.

Mito 5: Investir em Bitcoin é um jogo de azar

O investimento em Bitcoin é considerado arriscado como um jogo de azar. Isso é um mito, pois não apenas o Bitcoin, mas todos os investimentos em criptomoedas envolvem riscos devido à volatilidade do mercado. Considera-se que o Bitcoin amadureceu e os dados mostram que ele acompanhou as tendências de alta do mercado em sua maior parte, mas como o mercado é inesperado, ele enfrentou ciclos de baixa.

Em jogos de azar, sabe-se que as probabilidades estão inclinadas a favor da casa, mas devido à volatilidade do mercado, não há garantia futura de nenhuma criptomoeda. Além de todas as probabilidades, os dados anteriores mostram que o Bitcoin tem mostrado principalmente tendências de alta.

Mito 6: O Bitcoin não é seguro

Esse é o mito mais comum associado ao Bitcoin. No entanto, o Bitcoin nunca é hackeado e todas as transações no Bitcoin são irreversíveis.

Mito 7: O Bitcoin prejudica o meio ambiente

A mineração de Bitcoin requer muita energia, mas é difícil determinar o efeito sobre o meio ambiente. Todas as organizações financeiras precisam de energia para funcionar, e essa moeda digital não é diferente no uso de energia para mineração.

Leia também: Bitcoin como exemplo de sustentabilidade

Conclusão

O Bitcoin é uma criptomoeda popular e, por isso, tem muitos mitos associados a ela. Alguns dos mitos listados acima são apenas suposições que não têm nenhuma prova. Portanto, não cometa equívocos e invista somente após pesquisa e análise completas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pavel Durov
Criptomoedas

O CEO do Telegram, Pavel Durov, diz que mantém algumas centenas de milhões de dólares em bitcoin há 10 anos

Durante uma entrevista com Tucker Carlson, que foi ao ar na terça-feira, o cofundador e CEO do Telegram, Pavel Durov, disse que manteve algumas centenas de milhões de dólares em moeda fiduciária ou bitcoin nos últimos 10 anos. Em resposta a uma pergunta sobre o fato de a plataforma de mensagens criptografadas não aceitar dinheiro […]

Leia Mais
Lula imposto sobre o Bitcoin
Criptomoedas

Governo Lula quer aumentar para 22,5% os impostos para todos os usuários de Bitcoin no Brasil

O governo Lula anunciou que pretende aumentar os impostos para todos os usuários de criptomoedas em até 22,5%. Segundo o governo, a proposta não é criar um novo imposto, mas aumentar ainda mais as taxas para os usuários que possuem criptoativos. A ideia é ‘fechar o cerco’ com àqueles que estão usando criptoativos para driblar […]

Leia Mais
Halving do Bitcoin
Criptomoedas

O halving do Bitcoin está cada vez mais próximo, com menos de 2.900 blocos restantes

No momento, restam menos de 2.900 blocos até o próximo halving do Bitcoin. Para compreender o conceito de halving, é bom entender primeiro como surgem os novos bitcoins, principalmente por meio do processo de mineração de bitcoins. Isso envolve entidades, conhecidas como mineradores, que validam blocos repletos de transações que aguardam confirmação. Em sua busca […]

Leia Mais