sexta-feira, maio 20, 2022

Elon Musk cogita criar rede social com maior liberdade de expressão

Mais uma vez o polêmico milionário Elon Musk lança um tweet de grande repercussão, e uma vez envolvendo crítica a censura nas redes sociais.

Após uma publicação no Twitter reclamando da censura na plataforma, Elon Musk afirmou cogitar a possibilidade de uma rede social com maior liberdade de expressão.

Na sexta-feira, o CEO da Tesla e do SpaceX, tweetou:

Dado que o Twitter serve como a praça da cidade de fato, não aderir aos princípios da liberdade de expressão prejudica fundamentalmente a democracia. O que deve ser feito?

Em outro tweet também na sexta, Musk disse que “a liberdade de expressão é essencial para a uma democracia funcional” e ainda questionou se o Twitter “adere rigorosamente a este princípio”.

A indignação de Elon Musk começou logo após uma série de exames de seus tweets feita por reguladores estatais, pedindo uma maior restrição de seu conteúdo por parte do Twitter. Em novembro do ano passado, ele havia sido intimado pela U.S Securities and Exchange Commission devido ao tweet onde pergunta aos seus seguidores se deveria vender 10% de suas ações da Tesla. A agência reguladora afirmou que isso levou a uma queda das ações da Tesla. Segundo a agência, Musk teria aproveitado isso para comprar de volta a um preço mais baixo para depois vender por um preço mais alto.

Musk afirma que a agência reguladora vem fazendo pressão desde então para reprimir sua liberdade de expressão no Twitter.

A defesa politicamente correta contra a liberdade de expressão

Parece que as agendas reguladoras não são as únicas que querem cercear sua liberdade e a de muitos outros. Um consultor de mídia social chamado Matt Navarro, demonstrou seu viés politicamente correto em uma entrevista à CNBC, afirmando que:

Parece haver uma tendência para os indivíduos ricos com uma presença polarizadora na mídia social que os coloca em apuros, de querer construir suas próprias plataformas

Só se pode assumir que sua lógica é construir sua própria rede social, eles conseguem criar as regras de moderação de conteúdo das quais muitas vezes se enganam no Twitter, Facebook.

Navarra segue a narrativa mainstream hipócrita de que apenas o radicalismo progressista e de estado grande e regulador, deve ser tolerado. Qualquer coisa que fuja a isso deve ser visto como radicalismo e extremismo.

Sobre a necessidade de grande quantidade de dinheiro para se criar uma nova rede social, bem, há vários projetos promissores sustentados por vários desenvolvedores profissionais que garante a liberdade dos usuários. Opções como Matrix, LBRY, Signal, Minds – dentre outras – se mostram como ótimas opções. Mesmo que ainda sejam pouco populares, já cumprem bem sua função.

A proposta do Elon Musk para uma nova rede social

Quanto ao Elon Musk, seu único erro foi associar liberdade com democracia, o que Hoppe já mostrou ser impossível. No mais, a idéia de uma nova rede social com maior liberdade de expressão deve se vista, de certa forma, como algo positivo. Porém, é evidente que ele possui seus motivos duvidosos para criar uma plataforma mais livre de censura.

Outros famosos com a mesma ideia o Elon Musk de redes mais livres

Musk não é o primeiro famoso a querer criar uma rede social com maior liberdade. O ex-presidente dos EUA, Donald Trump , após ter seus conta excluída no Twitter, procurou várias redes sociais como alternativa para continuar se comunicando com seu público.

Trump tentou várias das redes alternativas que surgiram – como Gab, Parler e Gettr – mas nenhuma delas com muito sucesso. Em fevereiro deste ano, Trump havia lançado sua nova rede social, Truth, onde ele espera um melhor resultado que o da anterior.

APOIE GAZETA LIBERTÁRIA

Contamos com a generosidade de nossos doadores para tornar tudo isso possível. Desejamos publicar nosso conteúdo diariamente para todos, semeando o libertarianismo. Apoie nosso grupo de escritores. 

CONTRIBUIR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

CONFIRA