quarta-feira, julho 6, 2022

Lula tenta reaproximar-se dos evangélicos

Neste último sábado, dia 27 de novembro, o ex-presidente Lula propôs a criação de um momento evangélico na rádio e na TV do PT. Essa proposta ocorreu durante um encontro online que durou mais de duas horas.

Além disso, disse para que o próprio partido não veja mais os evangélicos como se fossem “um gado” que são tangídos por aqueles que querem mentir. E lembrou-os que muitas políticas do governo do PT beneficiaram os fiéis mais pobres.

Uma dos motivos especulados para tal atitude de Lula poderia ser uma tentativa de se reaproximar com os evangélicos por questões eleitorais. E também tirar o estígma de que cristão não vota na esquerda.

No passado Lula teve apoio de diversos evangélicos – como por exemplo, Silas Malafaia em 1989 e 2002, e de Edir Macedo durante seus mandatos. E em 2006 se estima que, no segundo turno, Lula tenha ganhado a maioria dos votos evangélicos. Porém na eleição de 2018, os essa maioria de evangélicos preferiram o Bolsonaro ao Fernando Haddadd.

Segundo Lula isso aconteceu pois lamentavelmente, em 2018, houve “uma campanha avessa, com fake news, com muita mentira, coisa que a gente não estava tão acostumado.”. E ainda falou que não vê Bolsonaro ganhar dele nos eleitores evangélicos.

APOIE GAZETA LIBERTÁRIA

Contamos com a generosidade de nossos doadores para tornar tudo isso possível. Desejamos publicar nosso conteúdo diariamente para todos, semeando o libertarianismo. Apoie nosso grupo de escritores. 

CONTRIBUIR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

CONFIRA