NFT eleito como palavra do ano pelo dicionário Collins

Um ano após a artista Grimes vender sua coleção de arte digital por cerca de $6 milhões (£4,4 milhões) e a foto que inspirou o meme ‘Disaster Girl’ de 2005 ser vendido por $473.000 (£354.000), Collins Dictionary escolheu “NFT” como sua palavra do ano.

O uso da sigla para tokens não fungíveis aumentou de forma “meteórica”, com o uso do termo aumentando em 11.000% durante o último ano, de acordo com Collins. NFTs são qualquer conteúdo digital (música, vídeo, foto, jogo, GIF, etc) que possuem uma assinatura do criador registrada em blockchain (registro de transações digitais). A NFT mais valiosa até hoje é uma colagem do artista digital Beeple, que foi vendida por 50,3 milhões de libras na Christie’s em março.

Collins define NFT como “um certificado digital único registrado em uma blockchain que é usado para registrar a propriedade de um bem, como uma obra de arte ou um colecionável”. Os lexicógrafos da Collins , que monitoram 4,5 bilhões de palavras para escolher a palavra deste ano, escolheram NFT, segundo a empresa, por ela representar “uma colisão tecnicolor única de arte, tecnologia e comércio” que “quebrou o ruído do covid” se tornando onipresente.

É incomum uma abreviação experimentar um aumento tão meteórico no uso, mas os dados que temos do Collins Corpus refletem a notável ascendência do NFT em 2021. Os NFTs parecem estar em toda parte, desde as seções de artes até as páginas financeiras, em galerias e casas de leilão e através de plataformas de mídia social. Se o NFT terá uma influência duradoura, ISSO ainda está por determinar, mas sua presença repentina em conversas ao redor do mundo torna muito clara nossa palavra do ano.

Disse o diretor administrativo da Collins Learning, Alex Beecroft.

No mês passado, o Oxford English Dictionary nomeou vax (vacina) como sua palavra do ano, observando que em setembro o uso da palavra aumentou mais de 72 vezes em relação ao ano anterior.

NFT ultrapassou também duas outras palavras baseadas em tecnologia na lista restrita de 10 palavras do ano de Collins: cripto, a forma abreviação para criptomoeda, cujo uso aumentou 468% ano após ano, de acordo com Collins, e metaverso, um termo cunhado por Neal Stephenson em seu romance Snow Crash 1992. Descrevendo um mundo virtual tridimensional – como o planejado pela Meta, a empresa de Mark Zuckerberg rebranded Facebook – o uso do metaverso aumentou 12 vezes desde 2020.

Outras palavras e frases que estão na disputa são pandemia do covid, o trabalho híbrido e segunda dose da vacina, enquanto ansiedade climática também fez a lista, refletindo a crescente preocupação com a mudança climática.

Collins observou um aumento no uso do pronome neutro, graças às conversas contínuas sobre gênero e a representação de pessoas trans e não-binárias; define a palavra como “um pronome recentemente cunhado, especialmente destinado a evitar distinções de gênero”.

A Collins escolheu “lockdown” como sua palavra do ano em 2020, e “greve climática” em 2019.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SpikeToSpike
Criptomoedas

Compre ou venda Bitcoin com a SpikeToSpike e ajude o povo do Rio Grande do Sul

A SpikeToSpike, rede P2P de Bitcoin, está com uma campanha para ajudar o povo do Rio Grande do Sul atingindo pelas enchentes. Através do cupom BTCRS, além de você ter um desconto especial de 25% nas taxas, você também estará contribuindo com doações para a população gaúcha atingida pelas inundações. Como funciona? Basta acessar o […]

Leia Mais
Samourai Wallet
Criptomoedas

Fundadores da carteira de Bitcoin Samourai presos sob a acusação de facilitarem “lavagem de dinheiro”

A última quarta-feira (24) foi um golpe duro para a comunidade Bitcoin e defensores da privacidade. Os fundadores da carteira de Bitcoin Samourai, Keonne Rodriguez e William Lonergan Hill, receberam ordem de prisão sob a acusação de “facilitarem a lavagem de dinheiro” por meio de sua ferramenta de coinjoin, o Whirlpool. Keonne Rodriguez foi preso […]

Leia Mais
Pavel Durov
Criptomoedas

O CEO do Telegram, Pavel Durov, diz que mantém algumas centenas de milhões de dólares em bitcoin há 10 anos

Durante uma entrevista com Tucker Carlson, que foi ao ar na terça-feira, o cofundador e CEO do Telegram, Pavel Durov, disse que manteve algumas centenas de milhões de dólares em moeda fiduciária ou bitcoin nos últimos 10 anos. Em resposta a uma pergunta sobre o fato de a plataforma de mensagens criptografadas não aceitar dinheiro […]

Leia Mais