O halving do Bitcoin está cada vez mais próximo, com menos de 2.900 blocos restantes

Halving do Bitcoin

No momento, restam menos de 2.900 blocos até o próximo halving do Bitcoin. Para compreender o conceito de halving, é bom entender primeiro como surgem os novos bitcoins, principalmente por meio do processo de mineração de bitcoins.

Isso envolve entidades, conhecidas como mineradores, que validam blocos repletos de transações que aguardam confirmação. Em sua busca para garantir as recompensas do bitcoin, os mineradores participam de uma competição computacional, aplicando seu poder de processamento em um método conhecido como “Prova de Trabalho” (PoW).

Ao descobrir um bloco com sucesso e validar as transferências realizadas, os mineradores são recompensados com 6,25 bitcoins recém-criados, além de cobrar taxas de transação de cada transferência processada. Embora a descoberta de blocos ocorra, em média, a cada dez minutos, essa duração pode variar.

Fonte: bitcoin.clarkmoody.com/dashboard/

O halving do Bitcoin , incorporado à estrutura da rede, foi projetada para regular o fornecimento da moeda, ocorrendo uma vez a cada 210.000 blocos, ou aproximadamente a cada quatro anos. Inicialmente, quando Satoshi Nakamoto introduziu o protocolo Bitcoin, os mineradores recebiam 50 BTC por cada bloco descoberto, até 28 de novembro de 2012.

Posteriormente, essa recompensa foi reduzida à metade, para 25 BTC por bloco. Após outros 210.000 blocos, com blocos surgindo aproximadamente a cada dez minutos, a recompensa foi reduzida ainda mais para 12,5 bitcoins em 9 de julho de 2016. O halving mais recente, que ocorreu em 11 de maio de 2020, viu a recompensa do bloco diminuir para a taxa atual de 6,25 bitcoins.

A contagem regressiva para o quarto halving continua, com o 210.000º bloco desde o bloco 630.000 marcando seu início no bloco 840.000. Munidos de dados e do tempo médio de criação de blocos, podemos restringir a data esperada do halving com considerável precisão. Tradicionalmente definido em um intervalo de dez minutos, o halving deve ocorrer por volta de 20 de abril.

No entanto, com os blocos sendo minerados em um ritmo um pouco mais rápido, o evento significativo poderia ser transferido para 17 de abril, possivelmente até antes. À medida que o halving se aproxima, as previsões se tornam cada vez mais precisas, até o bloco final. Após o halving, os mineradores verão suas recompensas reduzidas à metade, de 6,25 para 3,125 bitcoins por bloco, uma queda acentuada do total diário atual de cerca de 900 BTC para 450 BTC.

Com os números de hoje, isso equivale a uma queda nos ganhos diários de US$ 62,72 milhões para US$ 31,36 milhões, supondo que os preços permaneçam os mesmos (US$ 69,9 mil para US$ 70,4 mil). Essencialmente, a função principal halving é reduzir pela metade as recompensas de mineração a cada quatro anos, o que afeta muito mais os mineradores do que o usuário ou detentor médio de bitcoin. Essa redução pode levar a variações na taxa de hash da rede à medida que os mineradores avaliam a lucratividade.

O white paper sobre Bitcoin destaca:

A adição constante de uma quantidade constante de novas moedas é análoga aos garimpeiros que gastam recursos para adicionar ouro à circulação. Em nosso caso, o que é gasto é o tempo da CPU e a eletricidade”.

Para a maioria, o halving é um evento que pode ser observado de longe, acompanhado por meio de contagens regressivas on-line, sinalizando uma desaceleração deliberada na emissão do Bitcoin. Isso introduz um elemento deflacionário na estrutura econômica do Bitcoin. Como o Bitcoin é um fenômeno mundial e sem fronteiras, o evento de halving é observado em vários fusos horários e comemorado globalmente.

As mineradoras, por sua vez, enfrentam o desafio estratégico de modernizar seus equipamentos e possivelmente expandir as operações para mitigar o impacto de um corte de 50% na receita.

Artigo escrito por Jamie Redman, publicado em News.Bitcoin.com e traduzido por Rodrigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lula imposto sobre o Bitcoin
Criptomoedas

Governo Lula quer aumentar para 22,5% os impostos para todos os usuários de Bitcoin no Brasil

O governo Lula anunciou que pretende aumentar os impostos para todos os usuários de criptomoedas em até 22,5%. Segundo o governo, a proposta não é criar um novo imposto, mas aumentar ainda mais as taxas para os usuários que possuem criptoativos. A ideia é ‘fechar o cerco’ com àqueles que estão usando criptoativos para driblar […]

Leia Mais
União Europeia ALM Criptomoedas
Criptomoedas

Novas leis contra lavagem dinheiro da UE visam transações em criptomoedas

Como parte das novas leis contra lavagem de dinheiro, o Parlamento da União Europeia proibiu carteiras de criptografia de autocustódia não identificadas para transações na região. A proibição tem como alvo as transações anônimas em dinheiro que excedam € 3.000 e as carteiras de auto-custódia em várias plataformas. Em uma publicação recente nas redes sociais, […]

Leia Mais
The Bitcoin Company
Criptomoedas

A The Bitcoin Company lança API para pagamentos transfronteiriços entre o Brasil e o México

A The Bitcoin Company revelou sua nova API de remessas, permitindo que indivíduos e instituições financeiras enviem pagamentos instantâneos para qualquer conta bancária no México e no Brasil em menos de um segundo, de acordo com um comunicado à imprensa enviado à Bitcoin Magazine. Essa API marca a expansão da empresa para remessas internacionais, com […]

Leia Mais