Para a Rússia, uma terceira guerra mundial seria nuclear e destrutiva

Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, afirma que uma guerra mundial agora seria nuclear e destrutiva e a única alternativa às sanções.

Nesta quarta-feira (2) o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, afirmou à agência de notícias RIA, que caso acontecesse uma terceira guerra mundial armas nucleares seriam utilizadas e isso seria muito destrutivo. Lavrov ainda disse que a Rússia enfrentaria um perigo real caso a Ucrânia adquirisse armas nucleares.

Na terça-feira (1º), a Rússia havia exigido que os Estados Unidos retirassem suas armas nucleares dos países europeus. Segundo informações da RIA, Lavrov afirmou que “já é hora das armas americanas voltarem para casa” e acrescentou que “é inaceitável para a Rússia que alguns países europeus sediem armas nucleares americanas”.

Lavrov também disse que a Rússia está disposta a trabalhar com os EUA em uma “estabilidade estratégica”. Durante um discurso gravado exibido na Conferência sobre Desarmamento em Genebra, na Suíça, o chanceler da Rússia afirmou que o Ocidente não deve construir instalações militares em ex-repúblicas soviéticas.

Em entrevista à rede de televisão Al Jazeera, Sergei Lavrov declarou que “Biden têm experiência e sabe que não há alternativa às sanções, a não ser a guerra mundial”. 

A declaração foi feita em resposta ao discurso do presidente dos EUA, Joe Biden, sobre as sanções aplicadas à Rússia.

Na noite desta terça-feira (1º) Biden anunciou novas sanções contra a Rússia, incluindo o fechamento do espaço aéreo americano às companhias aéreas russas, e disse que os Estados Unidos irão proteger todos os países-membros da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) que ficam próximos à Rússia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Greve das universidades federais
Política

Greve das Universidades Federais mantém tensão entre professores e o Governo Lula

A greve de universidades federais no país, que já dura quase dois meses, segue ativa, mantendo a tensão entre os professores federais e o Governo Lula. Por um lado, professores em greve afirmam que continuarão com a greve até receberem aumentos salariais. O governo, por sua vez, afirma que não há mais espaço no orçamento […]

Leia Mais
Macron
Política

Macron dissolve parlamento e convoca eleições legislativas antecipadas na França

No último domingo (9), o presidente da França, Emmanuel Macron, dissolveu o parlamento do país, a Assembleia Nacional, e convocou eleições legislativas antecipadas. A decisão do presidente francês foi tomada após uma pesquisa de boca de urna que mostrou que seu partido, Renascimento, seria derrotado pelo partido de oposição, União Nacional (RN), nas eleições parlamentares. […]

Leia Mais
Jorge Seif
Política

Senador Jorge Seif admite que defende imposto sobre importações porque paga o seu salário

O senador Jorge Seif (PL-SC), que se diz liberal, votou sim pela em 20% das compras internacionais até 50 dólares, que foi aprovada na última quarta-feira, 5, a taxação. O senador justificou seu voto, admitindo que tal imposto paga seu salário. O senador ainda recorreu às velhas falácias protecionistas e estatistas em defesa dos impostos […]

Leia Mais