Quarta dose da vacina não vai parar o Omicron

Quarta dose da vacina

Mesmo uma quarta dose da vacina “não é boa o suficiente” para prevenir a variante Omicron, de acordo com um estudo preliminar em Israel.

No mês passado, o Sheba Hospital testou uma quarta injeção em mais de 270 funcionários da saúde, com 154 recebendo o jab da Pfizer e 120 recebendo o Moderna.

Os pesquisadores revelaram nessa segunda-feira que ambos os grupos mostraram um aumento “ligeiramente maior” de anticorpos do que após a terceira injeção – mas ainda não é o suficiente para prevenir o Omicron, variante mais recente.

Apesar do aumento dos níveis de anticorpos, a quarta dose oferece apenas uma defesa parcial contra o vírus”, disse o Dr. Gili Regev-Yochay, diretor da unidade de doenças infecciosas do hospital que lidera o estudo.

“As vacinas, que foram mais eficazes contra as variantes anteriores, oferecem menos proteção contra a Omicron”, disse Regev-Yochay, acrescentando que as vacinas “não são boas o suficiente” para prevenir a nova variante.

Mas o estudo levantou questões sobre a decisão de Israel sobre ser o primeiro no mundo a oferecer uma segunda dose de reforço – e a quarta no geral – para sua população com mais de 60 anos.

O governo afirma que mais de 500.000 pessoas receberam a quarta dose da vacina nas últimas semanas. Mas o país ainda registrou números recordes de infecções, embora 80% dos residentes adultos de Israel estejam vacinados com duas doses e mais da metade já recebeu o reforço.

Horas após a divulgação dos resultados, o Sheba Hospital pediu para “continuar a campanha de vacinação … mesmo que a vacina não forneça proteção ideal contra a variante”.

A mídia hebraica informou que o hospital foi pressionado a emitir essa declaração depois que o Ministério da Saúde não gostou dos resultados do estudo, segundo o The Times of Israel.

O Dr. Nahman Ash, diretor do Ministério da Saúde de Israel, também insistiu que as descobertas não significam que o esforço para a quarta dose foi um erro.

“Ele retorna o nível de anticorpos ao que era no início do terceiro reforço. Isso tem grande importância, especialmente entre a população mais velha”, disse ele ao Canal 13 da TV. Tire suas próprias conclusões…

Na terça-feira, o governo israelense disse que estava reduzindo o período obrigatório de quarentena de sete para cinco dias a fim de manter a economia funcionando.

“Esta decisão nos permitirá continuar protegendo a saúde pública por um lado e manter a economia girando por outro, mesmo que seja difícil, para que possamos passar por essa onda com segurança”, disse o primeiro-ministro Naftali Bennett.

Texto por Lee Brown. Traduzido e adaptado por Gazeta Libertária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Greve das universidades federais
Política

Greve das Universidades Federais mantém tensão entre professores e o Governo Lula

A greve de universidades federais no país, que já dura quase dois meses, segue ativa, mantendo a tensão entre os professores federais e o Governo Lula. Por um lado, professores em greve afirmam que continuarão com a greve até receberem aumentos salariais. O governo, por sua vez, afirma que não há mais espaço no orçamento […]

Leia Mais
Macron
Política

Macron dissolve parlamento e convoca eleições legislativas antecipadas na França

No último domingo (9), o presidente da França, Emmanuel Macron, dissolveu o parlamento do país, a Assembleia Nacional, e convocou eleições legislativas antecipadas. A decisão do presidente francês foi tomada após uma pesquisa de boca de urna que mostrou que seu partido, Renascimento, seria derrotado pelo partido de oposição, União Nacional (RN), nas eleições parlamentares. […]

Leia Mais
Jorge Seif
Política

Senador Jorge Seif admite que defende imposto sobre importações porque paga o seu salário

O senador Jorge Seif (PL-SC), que se diz liberal, votou sim pela em 20% das compras internacionais até 50 dólares, que foi aprovada na última quarta-feira, 5, a taxação. O senador justificou seu voto, admitindo que tal imposto paga seu salário. O senador ainda recorreu às velhas falácias protecionistas e estatistas em defesa dos impostos […]

Leia Mais