Rússia impõe novas condições à Ucrânia para o fim da guerra

Rússia impõe novas condições à Ucrânia para por fim à guerra

Durante uma nova rodada de negociação com a embaixada da Ucrânia, a Rússia impôs ao país novas condições para por fim à guerra. A reunião que durou quase 12 horas foi sediada em Belarus.

Entre as exigências, está a implementação por parte da Ucrânia de uma nova constituição para resguardar neutralidade em relação à adesão em blocos.

Outra das exigências, é o reconhecimento da Crimeia em cima de vc não ter que fazer uma como território russo e das repúblicas separatistas de Donetsk e Lugansk como territórios independentes. No entanto, a reunião terminou com nenhuma das exigências sendo atendidas.

De acordo com o negociador ucraniano e conselheiro da Presidência da Ucrânia, Mykhailo Podolyak, houve “pequenos avanços” na logística de corredores humanitários. “As consultas continuarão, por hoje não temos resultados fortes”.

Já o negociador russo, o membro da Duma, Leonid Slutsky, lamentou o resultado da reunião e disse que esperava levar um “resultado mais concreto à Moscou”.

As negociações terão continuidade, e esperamos que na próxima vez ou na seguinte, cheguemos a algum resultado. Será um trabalho difícil, mas constante

disse ele em pronunciamento.

De acordo com o ministro das Relações Exteriores turco, Mevlut Cavusoglu, a próxima rodada de negociações está agendada para quinta-feira (10), onde os chanceleres da Ucrânia e Rússia se reunirão na Turquia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Greve das universidades federais
Política

Greve das Universidades Federais mantém tensão entre professores e o Governo Lula

A greve de universidades federais no país, que já dura quase dois meses, segue ativa, mantendo a tensão entre os professores federais e o Governo Lula. Por um lado, professores em greve afirmam que continuarão com a greve até receberem aumentos salariais. O governo, por sua vez, afirma que não há mais espaço no orçamento […]

Leia Mais
Macron
Política

Macron dissolve parlamento e convoca eleições legislativas antecipadas na França

No último domingo (9), o presidente da França, Emmanuel Macron, dissolveu o parlamento do país, a Assembleia Nacional, e convocou eleições legislativas antecipadas. A decisão do presidente francês foi tomada após uma pesquisa de boca de urna que mostrou que seu partido, Renascimento, seria derrotado pelo partido de oposição, União Nacional (RN), nas eleições parlamentares. […]

Leia Mais
Jorge Seif
Política

Senador Jorge Seif admite que defende imposto sobre importações porque paga o seu salário

O senador Jorge Seif (PL-SC), que se diz liberal, votou sim pela em 20% das compras internacionais até 50 dólares, que foi aprovada na última quarta-feira, 5, a taxação. O senador justificou seu voto, admitindo que tal imposto paga seu salário. O senador ainda recorreu às velhas falácias protecionistas e estatistas em defesa dos impostos […]

Leia Mais