terça-feira, julho 5, 2022

Telegram é vítima da ditadura de Alexandre Moraes

O que acontece quando você nega um doce para uma criança mimada? Ela esperneia, tenta tomar da sua mão à força e chora para a mãe. Alexandre Morais é uma criança birrenta com poderes demais e moral de menos. Hoje foi o Telegram que caiu. O que cairá amanhã?

A rígida ordem de bloqueio do Telegram

No dia 18/03/2022 os brasileiros foram pegos de surpresa com a exigência do nosso fálico ministro Alexandre de Morais em bloquear o Telegram em todo território nacional.

Sua exigência foi semelhante ao seu pai pedindo para hackear a Receita Federal. Intimou empresas de comunicação e lojas de aplicativos a “realizar todos os bloqueios possíveis” como se existisse um botão de ligar/desligar para cada aplicativo existente no Call Center da Claro.

Duras Consequências

Os bloqueios afastam leigos e ovelinhas do estado do Telegram, sendo necessário instalar o aplicativo direto do site do Telegram e utilizar VPN ou Proxy.

Obviamente não vamos utilizar estes meios para burlar nosso Magistrado Calvo, afinal, somos cidadãos com nosso contrato social em dia, não é mesmo?

Como um bom ditador, o excelentíssimo Roll On Togado ainda ameaça extorquir pagadores de impostos em R$ 100.000,00 caso use o aplicativo mais perigoso para nossa sociedade democrática. Com este valor posso comprar quantas lagostas?

A entrada forçada para um regime ditatorial

Agora o Brasil se une com China, Cuba, Rússia e outros exemplos de democracia que também bloquearam o Telegram. Todos de mãos dadas guiando a manada para um pasto verde e florido. Aquela cabeça brilhante age para o nosso bem, pode confiar!

Um ótimo argumento quanto o estado for defendido. “Na democracia temos pesos e contrapesos” irão exclamar enquanto comem pão com mortadela. Ao mesmo tempo um suposto defensor da constituição, sozinho, derruba uma aplicativo usado por 60% do Brasil. Isto é a verdadeira democracia, Camarada!

Bloqueio do Telegram pode ser mais Durov do que parece

Pavel Durov, CEO do Telegram, pediu desculpas pelo seu canal oficial prometendo colaborar na remoção de canais “ilegais” junto com shampoo importado de Dubai. Infelizmente a parte do shampoo é mentira.

Logo após o disparo do comunicado os usuários ficaram divididos. Alguns alegam que Durov se rendeu ao brilho ofuscante do ministro, outros que isto é uma estratégia para ganhar tempo enquanto os leigos deixam de ser leigos.

No melhor cenário você terá tempo para ensinar seu tio a utilizar o Proxy enquanto Durov “colabora”.

No pior cenário o bloqueio será pelo DDD exigindo um número internacional. Nunca vi um chip destes vendendo em uma banca, mas existem meios online.

Ter uma solução focada em liberdade com identidade exposta é o mesmo que andar na rua anoite expondo seu cartão. O assaltante pode descobrir sua senha memorizada com um bom argumento metálico. Telegram tem este ponto fraco, a exposição de Pavel Durov.

Liberdade ainda mais firme

Olhando de forma geral o cerco ditatorial está aumentando, mas há longo prazo os ventos estão a favor da liberdade.

No começo havia somente WhatsApp, aplicativo do facebook, com acordo em todos os estados possíveis.

Em busca de liberdade, os usuários começaram a usar Telegram, mensageiro sem sede no Brasil com políticas muito mais leves se comparado ao seu concorrente verde limão.

Agora com o Telegram ameaçado, diversos canais estão sendo migrados para Gab, Matrix, Signal. Estes e outros aplicativos não são vinculados a uma pessoa conhecida então imagine a frustração do Ministro Consolo sem um e-mail ou caixa postal para mandar sua cartinha autoritária.

Repare que sempre que o estado tenta freiar a liberdade surge soluções ainda melhores, afinal, com o cidadão comum aprendendo sobre VPN, sua privacidade estará segura tanto no Telegram quanto em outras aplicações.

Na internet é muito importante o anonimato. Não seria possível a escrita deste artigo de forma segura com a identidade do autor exposta. Ou você quer começar bem o dia com uma visita calorosa dos capangas do Xandão?

APOIE GAZETA LIBERTÁRIA

Contamos com a generosidade de nossos doadores para tornar tudo isso possível. Desejamos publicar nosso conteúdo diariamente para todos, semeando o libertarianismo. Apoie nosso grupo de escritores. 

CONTRIBUIR

Mister Sat
Sou um escritor libertário anônimo, aprendendo e ensinando em cada ação, procurando postar artigos que quebrem as correntes invisíveis que nos aprisionam, afinal, somente o conhecimento e a união pode lançar o homem para a verdadeira liberdade.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

CONFIRA