Caixa Econômica suspende cobrança de taxa do Pix

Cobrança da taxa de Pix pela Caixa

Tempo estimado de leitura: 3 minutos

Após anunciar a cobrança da taxa sobre o Pix, a Caixa Econômica Federal resolveu adiar a cobrança após pedido do presidente Lula. Em entrevista ao G1, a Caixa afirmou que preferiu suspender a cobrança para que os clientes pudessem se adaptar à regra.

“A medida visa ampliar o prazo para que os clientes possam se adequar e receber amplo esclarecimento do banco sobre o assunto, dada a proliferação de conteúdos inverídicos que geraram especulação. A decisão da Caixa de cobrar pelo serviço estava definida desde o ano passado e não foi executada devido à necessidade de adequação dos sistemas internos”

afirmou a Caixa em nota

A medida estava prevista para o dia 19 de julho. A Caixa afirma que a cobrança não afetará pessoas físicas e Microempreendedores Individuais (MEIs), que continuam isentos de taxas. Apenas pessoas jurídicas seriam cobradas.

A Caixa também alega que todos os demais bancos já cobram taxa sobre transferência PIX de contas de pessoas jurídicas. Ela afirma que a “prática de cobrança da tarifa Pessoa Jurídica foi autorizada pelo Arranjo PIX, em conformidade com a Resolução Nº 30/2020 do Banco Central do Brasil, de 22 e outubro de 2020, e é realizada por praticamente todas as instituições financeiras desde sua implementação”.

A cobrança da taxa sobre o Pix

A possibilidade da cobrança de uma taxa sobre o Pix causou a devida indignação por parte do público. Óbvio, como a Caixa informou, apenas as pessoas jurídicas serão taxadas e os bancos privados e o Banco do Brasil já cobram essa taxa.

No entanto, é falacioso afirmar que essa transação não terá nenhum impacto além das empresas taxadas. Isso irá impactar nos custos destas empresas e na oferta dos produtos e serviços, o que poderá também afetar seus preços. principalmente pelo fato de boa parte das transações comerciais serem via Pix.

Também é verdade que um tipo de transação digital é instantânea como o Pix poderia existir em uma economia livre e seria legítimo os bancos cobrarem por essa taxa. Mas não é este o caso.

O Pix é um mecanismo de rastreamento das transações dos brasileiros que visa monitorar todas as suas movimentações financeiras. A possibilidade de transacionar de forma instantânea é apenas a isca para isso.

Uma resposta para “Caixa Econômica suspende cobrança de taxa do Pix”

  1. Avatar de Alexandre
    Alexandre

    Lula mandando em banco. Qual a novidade?

    Os bancos digitais, Nubank, Inter e outros, nunca cobraram TED ou DOC. Uma opção seria usar os serviços desses bancos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

One thought on “Caixa Econômica suspende cobrança de taxa do Pix”

  1. Lula mandando em banco. Qual a novidade?

    Os bancos digitais, Nubank, Inter e outros, nunca cobraram TED ou DOC. Uma opção seria usar os serviços desses bancos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Lei sancionada por Lula pode aumentar os custos com autoescola

O presidente Lula sancionou na última quarta-feira, 15, a lei 14.92/24, que estabelece a idade máxima dos veículos destinados à formação de condutores. Tal medida poderá aumentar os custos das autoescolas, já que elas precisarão trocar os veículos utilizados nos cursos de condução com mais frequência. A lei A lei 14.92/24 estabelece a idade máxima […]

Leia Mais
Economia

Isenção do imposto sobre a carne é derrota de Lula, e não sua vitória

Após a inclusão da carne bovina entre os alimentos isentos de impostos ser aprovada no Congresso, Haddad se manifestou afirmando que a decisão seria uma vitória do presidente Lula. No entanto, falas anteriores de Lula sobre tributar carnes nobres mostram que isso não era uma pretensão do petista. Carne isenta de impostos Na última quarta-feira […]

Leia Mais
Economia

Superpopulação: Um Mito Antigo Refutado

O príncipe Philip disse certa vez: “Caso eu reencarne, gostaria de voltar como um vírus mortal, para contribuir de alguma forma para resolver o problema da superpopulação”. O falecido Duque de Edimburgo faleceu em 2021, mas o sentimento histérico que ele expressou sobre a superpopulação continua vivo. Uma pesquisa da YouGov revelou que as preocupações […]

Leia Mais