Crash no mercado de criptomoedas: 3 teorias loucas sobre

Crash do mercado de criptomoedas: 3 teorias loucas sobre

O crash do mercado de criptomoedas que começou nas últimas 24h causaram pânico em alguns investidores. Os proponentes de criptomoedas procuram a melhor explicação para o que ocorreu. Muitos apontam para o aumento da taxa de juros do Fed, Wall Street e Rússia como as principais causas por trás da eliminação de US$ 500 bilhões do mercado de criptomoedas.

O impacto que atingiu em cheio o mercado levantou várias discussões do motivo sobre o mesmo ter entrado em uma fase de baixa, e com isso muitas ideias malucas inundaram a Internet. A seguir, mostramos três teorias do porque do crash.

Medidas de inflação do Fed dos EUA

Muitos especialistas acreditam que a crescente preocupação com a inflação, somada ao aumento do Omicron, levou à liquidação em Wall Street, que acabou chegando ao mercado de criptomoedas.

Um usuário do Reddit chamado Juicyjuicejuic sugere que a criptomoeda foi criada para ocultar a inflação de ativos, pois criou outro “pipeline” para o dólar americano passar para inflar um ativo diferente.

Crypto cria o veículo de negociação perfeito por um curto período de tempo, antes de se tornar o bode expiatório para qualquer acidente que esteja por vir.

Disse o usuário do Reddit.

Ele ainda afirmou que a volatilidade no mercado de criptomoedas é o motivo do “por que títulos e ações estão caindo pois todos apostaram em criptomoedas e tiraram dinheiro de outros ativos para isso!”

A crescente correlação do mercado Bitcoin com Wall Street pode te levado ao crash

Outra hipótese que especialistas apostam como explicação para o crahs é de que a crescente correlação do Bitcoin com o mercado de ações poderia ter influenciado nisso. Por causa dos ETFs e investidores institucionais, o BTC tornou-se mais entrelaçado com os mercados de ações. O mercado de criptomoedas tem oscilado em sintonia com Wall Street.

Proposta de proibição geral de cripto do banco central russo

Para muitos, outra possível explicação para o crash seria a proibição de mineração de criptomoedas na Rússia apresentada em um relatório do Banco Central do russo. Eles compraram o Bitcoin a um esquema de pirâmide e exigem proibição imediata de seu uso no mercado interno. O banco central também alertou que a criptomoeda pode representar um “risco” para a “soberania financeira” do país.

A Rússia era até então o terceiro maior centro de mineração de Bitcoin, e muitos acreditam que a intenção de proibição de mineração e negociação de Bitcoin pelo BC russo tenha desencadeado um FUD semelhante a maio de 2021 no mercado, levando à liquidação.

Entusiastas veteranos não se abalam com o crash

Apesar da primeira grande queda de 2022 ter estabelecido uma onda de vendas no mercado de criptomoedas, traders veteranos continuam defendendo o hodling, pois afirmam que uma queda de até 30% não é preocupante em um mercado em alta no longo prazo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SpikeToSpike
Criptomoedas

Compre ou venda Bitcoin com a SpikeToSpike e ajude o povo do Rio Grande do Sul

A SpikeToSpike, rede P2P de Bitcoin, está com uma campanha para ajudar o povo do Rio Grande do Sul atingindo pelas enchentes. Através do cupom BTCRS, além de você ter um desconto especial de 25% nas taxas, você também estará contribuindo com doações para a população gaúcha atingida pelas inundações. Como funciona? Basta acessar o […]

Leia Mais
Samourai Wallet
Criptomoedas

Fundadores da carteira de Bitcoin Samourai presos sob a acusação de facilitarem “lavagem de dinheiro”

A última quarta-feira (24) foi um golpe duro para a comunidade Bitcoin e defensores da privacidade. Os fundadores da carteira de Bitcoin Samourai, Keonne Rodriguez e William Lonergan Hill, receberam ordem de prisão sob a acusação de “facilitarem a lavagem de dinheiro” por meio de sua ferramenta de coinjoin, o Whirlpool. Keonne Rodriguez foi preso […]

Leia Mais
Pavel Durov
Criptomoedas

O CEO do Telegram, Pavel Durov, diz que mantém algumas centenas de milhões de dólares em bitcoin há 10 anos

Durante uma entrevista com Tucker Carlson, que foi ao ar na terça-feira, o cofundador e CEO do Telegram, Pavel Durov, disse que manteve algumas centenas de milhões de dólares em moeda fiduciária ou bitcoin nos últimos 10 anos. Em resposta a uma pergunta sobre o fato de a plataforma de mensagens criptografadas não aceitar dinheiro […]

Leia Mais