Governo francês cria “cheque inflação” pra combater alta de preços

O governo da França, diante da alta de preços dos alimentos, da eletricidade e dos combustíveis, anunciou uma “ajuda” de 100 euros, aproximadamente R$ 650, a todos as pessoas que ganham menos de 2 mil euros, quase R$ 13 mil por mês.

A medida chamada de “cheque inflação“, será depositado de maneira automática aos beneficiários entre os meses de dezembro e fevereiro, visando “beneficiar” (é o que eles pensam) 38 milhões de franceses.

O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro francês Jean Castex na noite de ontem em uma entrevista à TV francesa.

País sofre com a maior alta de preços em 10 anos

Frutas e legumes tiveram alta de 34% em média, em um ano, na França Imagem: Getty Images

A França vem sofrendo com uma alta de preços causada principalmente pelo lockdown, sendo os preços sobre alimentos e combustíveis os mais atingidos.

O caso do combustível é delicado para os franceses, já que com a chegada do outono e em consequência disso a chegada de um período mais frio, os franceses consomem mais combustível, que atualmente está custando 1,633 € ($ 10,00), para aquecer suas casas.

O governo com o cheque inflação tem a pretensão de amenizar essa situação, mas qualquer um minimamente familiarizado com economia sabe que isso custará um preço que atingirá o povo francês mais adiante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Greve das universidades federais
Política

Greve das Universidades Federais mantém tensão entre professores e o Governo Lula

A greve de universidades federais no país, que já dura quase dois meses, segue ativa, mantendo a tensão entre os professores federais e o Governo Lula. Por um lado, professores em greve afirmam que continuarão com a greve até receberem aumentos salariais. O governo, por sua vez, afirma que não há mais espaço no orçamento […]

Leia Mais
Macron
Política

Macron dissolve parlamento e convoca eleições legislativas antecipadas na França

No último domingo (9), o presidente da França, Emmanuel Macron, dissolveu o parlamento do país, a Assembleia Nacional, e convocou eleições legislativas antecipadas. A decisão do presidente francês foi tomada após uma pesquisa de boca de urna que mostrou que seu partido, Renascimento, seria derrotado pelo partido de oposição, União Nacional (RN), nas eleições parlamentares. […]

Leia Mais
Jorge Seif
Política

Senador Jorge Seif admite que defende imposto sobre importações porque paga o seu salário

O senador Jorge Seif (PL-SC), que se diz liberal, votou sim pela em 20% das compras internacionais até 50 dólares, que foi aprovada na última quarta-feira, 5, a taxação. O senador justificou seu voto, admitindo que tal imposto paga seu salário. O senador ainda recorreu às velhas falácias protecionistas e estatistas em defesa dos impostos […]

Leia Mais