sexta-feira, fevereiro 3, 2023

Inteligência Artificial (IA) escreveu este artigo sobre direitos de propriedade

A tecnologia continua a exceder nossas especulações mais loucas

Escrevi este artigo usando o OpenAI Playground. OpenAI Playground é uma ferramenta que permite aos usuários gerar texto usando AI. A única redação do artigo feita diretamente por humanos foram os títulos e as alterações solicitadas pelo editor.

AI é um tipo de tecnologia de computador capaz de executar tarefas que normalmente requerem inteligência humana, como percepção visual, processamento de linguagem natural e tomada de decisões.

Embora a IA ainda esteja engatinhando, ela já está sendo usada em várias aplicações, como mecanismos de busca, robótica e carros autônomos. A IA está provando ser uma ferramenta poderosa que pode nos ajudar a resolver problemas complexos, e seu potencial está apenas começando a ser explorado.

O avanço da tecnologia no século 21 mudou drasticamente a maneira como vivemos nossas vidas. A partir dos avanços na saúde, comunicação, transporte e entretenimento, a tecnologia tornou a vida mais fácil e agradável.

As instituições econômicas permitiram o desenvolvimento da tecnologia. Este artigo examinará as instituições econômicas que permitiram que a tecnologia atingisse esse nível de avanço, discutir sua importância e explorar as futuras implicações dessas instituições para a inovação tecnológica.

Os 3 Ps das Instituições Econômicas

“Instituições econômicas” referem-se ao conjunto de leis e regulamentos que regem como os recursos são alocados e como os incentivos são fornecidos a indivíduos e empresas. Os três Ps das instituições econômicas são Property Rights, Prices, e Profit (direitos de propriedade, preços e lucros). Esses três Ps formam a base das instituições econômicas, ajudando a determinar como os recursos serão usados ​​e como os incentivos serão fornecidos.

Os direitos de propriedade referem-se à propriedade da terra, do trabalho e dos bens de capital, e aos direitos dos indivíduos de usá-los e descartá-los. O direito de proteger a propriedade privada ajuda a promover a inovação, fornecendo aos indivíduos e às empresas incentivos para criar novos produtos e serviços.

O direito à propriedade privada garantida sob o capitalismo permite aos inovadores e empreendedores investir seus recursos no desenvolvimento da tecnologia da IA, sem medo de que suas idéias, tecnologia ou investimentos sejam retirados sem compensação. Isto proporciona um forte incentivo à inovação, pois os inovadores sabem que seus investimentos serão protegidos e que podem colher as recompensas de seu trabalho.

Além disso, os direitos de propriedade privada também permitem que os inovadores mantenham suas ideias e invenções confidenciais, o que significa que eles podem colher os benefícios de suas ideias sem medo de ter suas ideias roubadas ou copiadas pelos concorrentes. Isso incentiva a inovação, pois os inovadores têm maior probabilidade de investir seus recursos no desenvolvimento de novas e inovadoras tecnologias de IA, sabendo que suas ideias estarão seguras e que se beneficiarão de seu trabalho árduo.

Os preços surgem devido aos direitos de propriedade porque permitem que indivíduos ou organizações estabeleçam uma taxa de câmbio sobre um determinado bem ou serviço de sua propriedade e decidam quem tem acesso a ele. Quando pessoas ou organizações têm o direito de possuir e usar um determinado bem ou serviço, elas podem estabelecer um preço para isso.

Os preços coordenam os planos de produtores e consumidores, transmitindo conhecimento sobre a escassez em toda a economia. Ao sinalizar os custos e benefícios de determinados bens e serviços, os preços fornecem incentivos para que produtores e consumidores tomem decisões sobre o que produzir e consumir. Por exemplo, o aumento dos preços dos serviços relacionados à IA pode sinalizar aos produtores que há uma alta demanda por IA, levando-os a aumentar a produção de serviços relacionados à IA. Esse aumento de produção pode levar a maior eficiência, economia de custos e melhor qualidade dos serviços relacionados à IA, o que pode beneficiar os consumidores.

Lucros e perdas são determinados pela diferença entre o custo dos insumos, como bens de capital, e o preço de venda do produto acabado. Sem acesso aos preços dos insumos, os empreendedores não podem calcular seu lucro ou prejuízo potencial em um determinado projeto.

Conhecer o custo de produção e o preço de venda potencial do produto final é essencial para calcular com precisão o lucro ou prejuízo potencial que pode ser gerado a partir de um projeto. O conhecimento dessas informações permite que os empreendedores tomem decisões informadas sobre a realização de um determinado projeto ou como ajustar o custo de seus insumos para maximizar seus lucros.

O cálculo de lucro/perda ajuda a direcionar os recursos para o valor do consumidor final. Quando as empresas vendem bens e serviços com alta demanda, elas conseguem gerar mais lucros, que podem ser usados ​​para expandir e melhorar suas ofertas. Isso aumenta o valor dos bens e serviços que fornecem, tornando-os mais atraentes para os consumidores. Esse ciclo de aumento da demanda, aumento dos lucros e aumento do valor para os consumidores ajuda a garantir que os recursos sejam direcionados para fins de valor para o consumidor.

O cálculo de lucro/perda ajuda a reduzir o desperdício de insumos, fornecendo uma medida clara e concreta de quão eficientemente os recursos estão sendo usados. Ao examinar o custo dos insumos versus a receita gerada por seu uso, as empresas podem identificar áreas onde podem estar gastando demais ou subutilizando recursos. Essas informações podem ajudá-los a tomar decisões mais informadas sobre como alocar recursos no futuro e fazer ajustes para reduzir custos e maximizar lucros.

O futuro da IA

Existe o medo de que a IA substitua os empregos. Isso ocorre porque a IA é capaz de automatizar certas tarefas que costumavam exigir trabalho humano, como entrada de dados, atendimento ao cliente e até mesmo certos tipos de trabalho manual.

Isso pode levar a uma diminuição das oportunidades de emprego para as pessoas e dificultar a procura de trabalho. Além disso, a IA é capaz de aprender e se adaptar, o que significa que eventualmente poderá realizar muitos dos trabalhos que as pessoas fazem atualmente, levando a uma diminuição na demanda por mão de obra humana.

Apesar desses temores, há duas razões para otimismo:

1) O medo antitecnológico relacionado à perda de emprego é equivocado porque a tecnologia pode realmente criar mais empregos e aumentar a produtividade. Por exemplo, quando a imprensa foi inventada, ela criou a necessidade de mais escritores, encadernadores, editores e muito mais. A automação também criou novos empregos em áreas como engenharia robótica, desenvolvimento de software e engenharia de automação. Mesmo no setor de varejo, caixas automáticas permitiram a criação de empregos em áreas como atendimento ao cliente e treinamento de produtos. Em última análise, a tecnologia pode aumentar a produtividade e criar mais empregos, em vez de eliminá-los.

2) A IA aumentará o retorno do capital, o que aumentará a renda de todos que possuem ações, incluindo um 401k. A IA ajudará as empresas a se tornarem mais eficientes, o que levará a maiores lucros e preços de ações mais altos. À medida que o valor das ações aumenta, também aumenta o valor das contas 401k. Isso resultará em aumento de renda para todos que possuem ações, incluindo um 401k.[1]

Como não escrevi este artigo

O artigo foi escrito dando várias instruções ao playground de IA e, em seguida, juntando as peças para fazer sentido. Por exemplo, dei ao OpenAI a instrução “Explique como o direito de proteger a propriedade privada promove a inovação” para gerar partes do artigo.

Se você quiser tentar por conta própria, pode criar uma conta em https://beta.openai.com/playground

Você pode então dar instruções ao OpenAI para gerar pedaços de texto. Algumas das coisas que você pode tentar no OpenAI são resumir um artigo, gerar uma história, ou completar uma frase. Você também pode usar o OpenAI para gerar letras de canções ou para gerar letras criativas.

A beleza do livre mercado é que ele permite o surgimento de inovações como a inteligência artificial (IA). A IA é uma ferramenta que pode ser usada para criar soluções para alguns dos problemas mais prementes do mundo. A IA pode ajudar a automatizar tarefas mundanas, melhorar processos e otimizar a tomada de decisões. Isso pode liberar recursos e tempo para as pessoas, permitindo que se concentrem em tarefas mais significativas.

A IA também pode ser usada para criar produtos e serviços que podem melhorar a qualidade de vida e aprimorar o florescimento humano. A IA está sendo usada para desenvolver tratamentos médicos, criar novos materiais educacionais e fornecer acesso a recursos em países em desenvolvimento.

O potencial da IA ​​para melhorar a vida humana é imenso e seu uso no livre mercado pode nos permitir alcançar novos patamares de sucesso e prosperidade.

Nota do autor: Todas as adições feitas diretamente por humanos no texto deste artigo estão em itálico. Qualquer coisa que não esteja em itálico não foi escrita por um humano (mesmo a última seção sobre como eu não escrevi o artigo). O resto do artigo é AI. Algumas palavras em frases criadas pela IA foram removidas. As instruções para a IA envolviam vários níveis de especificidade para alcançar os resultados desejados.

Nota do tradutor

1 401(k) é um tipo de plano de aposentadoria patrocinado pelo empregador, adotado nos Estados Unidos e outros países, e que recebe este nome em razão da seção do Código Fiscal norte-americano em que está previsto.

Artigo escrito por Peter Jacobsen, publicado em FEE.org e traduzido e adaptado por

APOIE GAZETA LIBERTÁRIA

Contamos com a generosidade de nossos doadores para tornar tudo isso possível. Desejamos publicar nosso conteúdo diariamente para todos, semeando o libertarianismo. Apoie nosso grupo de escritores. 

CONTRIBUIR

spot_img

CONFIRA