sábado, novembro 26, 2022

Radiação aumenta em Chernobyl após tomada russa

A agência nuclear da Ucrânia advertiu nessa sexta-feira que a radiação na usina nuclear de Chernobyl havia excedido os níveis de controle após as tropas russas terem tomado o controle da área.

Em uma declaração oficial, especialistas da agência nuclear estadual disseram que a mudança é devido ao movimento de um grande número de máquinas militares pesadas levantando a camada superior do solo para o ar.

A condição das instalações nucleares de Chernobyl e outras localidades permanece inalterada, de acordo com a Inspetoria Reguladora Nuclear Estatal da Ucrânia.

Uma explosão e um incêndio na usina de Chernobyl, em 26 de abril de 1986, levaram ao pior desastre nuclear do mundo.

A Rússia lançou uma invasão sem precedentes à Ucrânia nesta quinta-feira, com as autoridades advertindo na sexta-feira que as tropas russas estavam se aproximando da capital de Kiev.

A agressão provocou temores de uma crise humanitária devastadora e representa uma das piores crises de segurança na Europa em décadas.

As forças russas capturaram o controle da usina nuclear de Chernobyl na quinta-feira, levando um assessor do gabinete presidencial a advertir que agora era “impossível” considerar o reator fechado seguro.

Imagens: CNN, The Sun, NDTV.

Mykhailo Podolyak, um assessor do presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky, descreveu o ataque das tropas russas como “inútil”, informou a Reuters, e disse que representava “uma das ameaças mais sérias na Europa de hoje”.

O Ministério do Interior da Ucrânia afirmou que estava monitorando um aumento nos níveis de radiação, mas a situação não é crítica por enquanto.

O Ministério da Defesa da Rússia disse na sexta-feira que os pára-quedistas russos haviam concordado com os militares ucranianos em garantir conjuntamente a segurança das instalações.

Atividades conjuntas envolvendo pára-quedistas russos e membros de serviços ucranianos … garantem que as unidades nacionalistas e outras organizações terroristas não poderão aproveitar os atuais desenvolvimentos no país para encenar uma provocação nuclear

disse o porta-voz do Ministério da Defesa russo Igor Konashenkov, segundo a agência de notícias estatal russa Tass.

Máxima contenção em Chernobyl

As estimativas dos números de vítimas diretas e indiretas do desastre de Chernobyl variam, embora o grupo ambiental Greenpeace coloque o eventual número de mortes por cânceres causados por Chernobyl em cerca de 100.000.

A zona de exclusão de Chernobyl, uma vasta e vazia terra de aproximadamente 1.000 milhas quadradas ao redor do desastre do reator fechado, fica entre a capital de Kiev e a fronteira Bielo-Ucrânia.

Falando pouco depois que as tropas russas assumiram o controle da usina nuclear na quinta-feira, Zelensky disse via Twitter:

“Nossos defensores estão dando suas vidas para que a tragédia de 1986 não se repita”.

“Esta é uma declaração de guerra contra toda a Europa”

acrescentou ele.

O watchdog nuclear das Nações Unidas disse que está acompanhando o conflito na Ucrânia com “grande preocupação” e pediu “a máxima contenção para evitar qualquer ação que possa colocar em risco as instalações nucleares do país”.

O diretor geral da Agência Internacional de Energia Atômica, Rafael Mariano Grossi, disse quinta-feira que era de “importância vital que as operações seguras e protegidas das instalações nucleares naquela zona não fossem afetadas ou interrompidas de forma alguma”.

Grossi disse que a AIEA permanece em contato permanente com sua homóloga ucraniana.

Atualizações sobre o conflito Rússia x Ucrânia em tempo real

Artigo escrito por Sam Meredith, publicado na CNBC News. Traduzido e adaptado por Gazeta Libertária.

APOIE GAZETA LIBERTÁRIA

Contamos com a generosidade de nossos doadores para tornar tudo isso possível. Desejamos publicar nosso conteúdo diariamente para todos, semeando o libertarianismo. Apoie nosso grupo de escritores. 

CONTRIBUIR

SourceCNBC News
spot_img

CONFIRA