sexta-feira, maio 20, 2022

Terror no canil: memecoins Shiba e Dogecoin tem mais de 70% de queda

Artigo escrito por Caio Capaldo

Com esse início de ano conturbado para o mercado de criptomoedas, inclusive para o BTC e o Ether, principais criptoativos do mercado, não seria diferente para as “memecoins” Doge e Shiba. Na última sexta-feira, em que o mercado começou a sofrer uma forte queda, as duas vem tendo uma oscilação negativa menor que outras altcoins, porém, desde o período em que atingiram suas ATH, as duas moedas memes sofreram uma desvalorização muito forte.

A Dogecoin está sendo negociada a US$ 0,12, valor este muito abaixo de sua máxima histórica em maio de 2021, onde ela vinha de uma alta fulminante, acompanhada de uma Bullrun no mercado, e de sua adoção por uma parte da comunidade cripto. Grandes nomes do mercado, como Elon Musk, Mark Cuban, entre outros, ajudaram a impulsionar a moeda para sua ATH, que chegou a ser negociada a US$ 0,73, totalizando uma queda de mais de 80% no valor do ativo desde então.

Embora a comunidade ao redor da moeda seja grande, num período de curto prazo, dificilmente ela voltará aos patamares de ATH, ou ao tão sonhado US$ 1,00, que seus adeptos tanto sonham.

Já a sua Rival, Shiba, outra das “memecoins” que tem o mesmo tipo de engajamento na internet, também com um cachorro como símbolo, também vem em um processo de declínio no seu preço de aproximadamente 75% abaixo da última valorização, sendo negociada atualmente á US$ 0,0001, bem aquém de sua alta histórica.

Se o momento já está ruim para as principais moedas do mercado, infelizmente, essas “memecoins” deverão sofrer ainda mais nesse processo, que pode perdurar por mais um tempo significativo, durante esse complicado início de ano do mercado. Não será surpresa caso elas desvalorizem 90% desde sua última máxima histórica.

APOIE GAZETA LIBERTÁRIA

Contamos com a generosidade de nossos doadores para tornar tudo isso possível. Desejamos publicar nosso conteúdo diariamente para todos, semeando o libertarianismo. Apoie nosso grupo de escritores. 

CONTRIBUIR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img

CONFIRA