Halving é uma redução na recompensa pela mineração subjacente no algoritmo Bitcoin. Portanto, se, por exemplo, os mineradores receberem agora 12,5 BTC para um bloco minerado, então, após o próximo halving, a recompensa será reduzida para 6,25 BTC.

O número de BTC é limitado e tal sistema garante que todos os Bitcoins não serão minerados antes de um determinado momento. Este é um modelo deflacionário, pois o poder de compra da moeda tende a crescer com o tempo já que não há expansão da base monetária, fazendo-a desvalorizar-se. Para entender sobre o conceito de base monetária, leia o primeiro episódio da nossa série sobre inflação e deflação.

Quando?

A emissão é limitada a 21 milhões de Bitcoins, dos quais 17,7 milhões já foram extraídos. Supõe-se que o último bloco será extraído em 2140. Mas, antes disso, estamos aguardando outra data significativa – o halving acima mencionado, que provavelmente ocorrerá em 22 de maio de 2020.

Quando o Bitcoin foi criado, todos os mineradores extraíram um bloco receberam 50 BTC. Com o primeiro halving em 2012, quando a remuneração foi reduzida pela metade e chegou a 25 BTC. O halving seguinte ocorreu em 2016 e, desde então, os mineradores receberam 12,5 Bitcoins. O Halving ocorre a cada 210.000 blocos minerados. A extração dessa quantidade de moedas leva em média 4 anos. Leia sobre a mudanças na base monetária clicando aqui.

Última oportunidade?

De acordo com o trader de criptomoedas Josh Rager —  2019 será a última oportunidade para os investidores comprarem um Bitcoin inteiro. Depois disso, tudo o que os investidores podem contar são as frações da moeda (satoshis). Leia aqui 9 motivos para usar a criptomoeda.

A previsão do trader baseia-se no fato de que, após a redução da remuneração dos mineradores em 2020, o custo da criptomoeda aumentará. Ao mesmo tempo, em 2019, um especialista previu o fortalecimento do Bitcoin. Rager tem certeza de que comprar Bitcoins depois desse prazo será um problema. E em 2021, o ativo não será mais tão acessível.

No início de Abril, o estrategista técnico da Fundstrat, Robert Sluymer, disse que os investidores devem comprar mais Bitcoin depois de alguns dias em que o ativo digital sofreu uma pequena correção. Confira a matéria completa clicando aqui.

Como o halving afeta o Bitcoin

De acordo com Dmitry Masenko, um criptoanalista da LetKnow.News, a principal razão para tais expectativas de crescimento do Bitcoin está na psicologia comportamental humana. No entanto, mesmo que a taxa de crescimento após o corte pela metade aconteça, sua natureza é extremamente artificial.

Segundo ele, os mineradores estão motivados a manter o Bitcoin em um nível alto porque o nível de renda deles depende disso.

“Não há razões objetivas para o crescimento. Não haverá novos investidores, tampouco pode haver déficit de Bitcoin, já que, no momento, ele não cumpre nenhuma função econômica significativa e a demanda por ele é de muitas maneiras especulativa”, disse Dmitry Masenko.

Se reduzir pela metade afeta a taxa de Bitcoins, isso é insignificante. Várias políticas informativas e eventos da política regulatória, como a que fora pensada pelo G20 no mês passado, afetam muito mais o valor do ativo, disse o arquiteto blockchain e fundador da OnGrid, Kirill Varlamov.

“Se assumirmos que o preço do Bitcoin é determinado pela relação entre oferta e demanda, então a redução à metade afeta a mudança na oferta em apenas 2 vezes. Outros fatores, como mídia, são muito mais poderosos. Eu acho que se o aumento de preço ocorrer, será em menor grau devido à redução pela metade”, disse o especialista.

Portanto, reduzir pela metade influencia a volatilidade do Bitcoin insignificantemente, Kirill Varlamov tem certeza.

Embora o Bitcoin tenha um modelo deflacionário e, com o tempo, devido à diminuição do número de moedas em circulação, seu valor aumentará, a diminuição na remuneração das mineradoras não afeta particularmente o preço da criptocorrência.

Se o curso da primeira criptomoeda e cresce depois de 22 de maio de 2020, sua natureza provavelmente será manipuladora. Os mineradores tentarão manter o custo do Bitcoin em um nível suficiente para gerar renda. Ao mesmo tempo, notícias sobre mudanças na base regulatória de criptomoedas têm um efeito muito maior sobre a taxa BTC do que mudanças no algoritmo de produção de criptomoedas.


Escrito por: Annabella Lapshina
Traduzido por: João Gabriel (@jgcastro1985 )
Revisado por: Paulo Droopy (@PauloDroopy)

Leia o artigo original clicando aqui.