Hackers convenceram o Twitter a lhes dar controle da conta oficial do principal partido político sueco – depois a usou para mudar a moeda oficial do país para o Bitcoin

Em uma entrevista com o canal de notícias local Trijo, um dos cinco hackers envolvidos na façanha desta semana disse que fez isso porque acha que o socialismo “é errado”. Tudo começou no dia 15 de abril, quando a página oficial do Social Democratas no Twitter começou a transmitir mensagens suspeitas. Entre elas estava o desejo de evitar totalmente a moeda fiduciária e tornar o Bitcoin a moeda oficial da Suécia.

“Nós abolimos a coroa sueca e a substituímos por Bitcoin”, em um tweet agora deletado, dizendo aos suecos que era “hora de comprar”.

O ataque durou apenas cerca de 30 minutos antes de o Twitter perceber que algo estava errado. No entanto, os hackers conseguiram convencer o suporte técnico da empresa de que eles eram os legítimos proprietários da conta – no caso, o governo da Suécia. “Você entende que o hack não é mais definido por invadir um servidor para obter segredos de estado”, disse o membro do grupo ao Trijo. “Hackear nesses dias é sobre estar um passo a frente do suporte técnico”.

O caminho para obter o controle envolveu a alteração de números de telefone e endereços de e-mail, e até mesmo a apresentação de documentação falsa, que o Twitter aceitou. “Eu simplesmente acho que o socialismo é errado”, disse o hacker quando questionado sobre sua motivação.

Fonte: Bitcoinist.