As criptomoedas, que usam a tecnologia blockchain, estão dando mais um passo em direção ao mainstream, tendo em vista que a operadora de telefonia móvel AT&T anunciou que aceitaria pagamentos em criptomoedas, de acordo com um comunicado da empresa.

Especificamente, a empresa está permitindo que seus clientes paguem suas contas de celular via BitPay online ou no aplicativo. A BitPay, uma das empresas de pagamentos no ramo de criptomoedas, receberá a criptomoeda e dará a AT&T os pagamentos em moeda fiduciária. Veja sobre as gigantes do varejo nos EUA que também adotaram as criptomoedas como forma de pagamento.

Embora a mudança possa parecer positiva para os usuários de criptomoedas, Joe McCann, ex-gerente de fundos de criptomoedas do Passport Capital, disse que talvez a empresa tenha dados internos mostrando mais millennials (os nascidos entre o meio dos anos 1990 e o começo dos anos 2000) usando pagamentos em criptomoedas.

“Talvez a AT&T tenha dados internos que mostrem que mais millennials usam/solicitam recursos de pagamento em criptomoedas”, disse McCann ao The Block.

“Qual é a vantagem da AT&T no apoio aos pagamentos de criptomoedas?”, ele perguntou.

As perguntas de McCann sobre os dados internos podem não estar fora do alcance, já que Kevin McDorman, vice-presidente de Operações Comerciais da AT&T Communications Finance, apontou para os clientes que usam criptomoedas como uma razão para as opções estendidas.

“Estamos sempre procurando maneiras de melhorar e expandir nossos serviços”, disse McDorman em um comunicado. “Temos clientes que usam criptomoedas e estamos felizes por poder oferecer a eles uma maneira de pagar suas contas com o método que preferirem”.

O diretor comercial da BitPay Sonny Singh elogiou a AT&T pela parceria, que começou quando a BitPay chegou um ano antes.

“A AT&T fez um ótimo trabalho ao fazer isso acontecer”, disse ele.

Empresas com tamanho, marca e alcance parecidos poderiam começar a seguir o exemplo, já que a implementação por uma marca tão grande quanto a operadora de telefonia poderia deixar seus rivais mais confortáveis ​​com o nascente mercado de criptomoedas, de acordo com Singh.

“As grandes empresas querem aprender”, disse Singh. “Reunimo-nos com equipes executivas em muitas empresas da Fortune 500 para explicar a eles como funciona as [criptomoedas] e nos preocupamos em como podemos trabalhar juntos”.

Fonte: The Block Crypto