Monark pode pegar 2 anos de prisão por desobedecer ordens do STF, afirma Polícia Federal

Monark

Segundo a Polícia Federal, o influencer Monark pode pegar até 2 anos de prisão por ter desobedecido ordens judiciais. Segundo o órgão, há indícios de que o influencer descumpriu ordens do judiciário ao criar novas contas para “disseminar fake news”.

A PF informou que de acordo com o Código Penal, o indivíduo que exerce atividade ou direito de que foi suspenso ou privado por decisão judicial pode ser punido com três meses a dois anos de detenção, ou multa.

Ao tomar conhecimento sobre a possibilidade de prisão, Monark comentou sobre o caso em sua conta no X:

Luta de Monark com o judiciário brasileiro

Monark vem travando uma longa luta com o judiciário brasileiro desde o ano passado, quando começou a questionar a confiabilidade das urnas. Além disso, o influencer também fez ataques ao STF e TSE acusando ambas as instituições de totalitárias.

O ministro do STF, Alexandre de Moraes, proibiu o influencer de continuar seus ataques sob pena de multa. Devido ao descumprimento, em agosto de 2023, o ministro multou Monark em R$ 300 mil pelo descumprimento e determinou a abertura de um inquérito para investigar o podcaster.

Além disso, Moraes também ordenou que Monark tivesse suas contas nas redes sociais bloqueadas no âmbito do inquérito que investiga os atos bolsonaristas de 8 de janeiro. Em abril do ano passado, Moraes também proibiu que o influencer continuasse a colocar dúvidas sobre a confiabilidade das urnas e do TSE, como Moraes chamou de “fake news”.

Em meio a uma verdadeira perseguição política e judicial no Brasil, Monark decidiu se mudar para os EUA, buscando maior liberdade para expor suas ideias e opniões. Ele tamb criou sua própria plataforma de vídeos, o Bunker555, como uma alternativa ao YouTube.

2 thoughts on “Monark pode pegar 2 anos de prisão por desobedecer ordens do STF, afirma Polícia Federal

    1. Apenas se conseguissem fazer o governo americano deportar ele de volta para o Brasil. O queria bastante improvável. Na prática soa mais como uma ameaça do tipo “é isso o que vai acontecer se você pisar aqui de novo”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Elon Musk Senado
Direito

Após críticas a Moraes e Lula, Elon Musk é convidado a falar em comissão do Senado

Após uma série de críticas dirigidas ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Elon Musk, dono do X (antigo Twitter) foi convidado a participar de uma audiência pública na Comissão de Segurança do Senado. O convite foi aprovado em sessão realizada na terça-feira […]

Leia Mais
Elon Musk e Alexandre de Moraes
Direito

PF quer convocar representantes do X após críticas de Elon Musk a Moraes e Lula

Após críticas de Elon Musk a Lula e Alexandre de Moraes, a Polícia Federal (PF) quer convocar representantes do X (antigo Twitter) para prestar esclarecimentos sobre as ações do bilionário na plataforma. Investigadores afirmam que os depoimentos não têm data prevista. A medida é uma das estratégias da investigação da Polícia Federal, que apura se […]

Leia Mais
Neto de Lula
Direito

Neto de Lula desafia críticos a provarem que seu avô é ladrão

Em um vídeo no Instagram publicado no dia 1° de abril (conhecido como Dia da Mentira), o neto do presidente Lula, Thiago Trindade, fez um desafio aos críticos do petista: provar que seu avô é ladrão. “Fica o meu desafio a essas pessoas que acham que podem ficar fazendo o Brasil de refém com ameaças. […]

Leia Mais