De acordo com o site UOL, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) prometeu enviar para o Congresso um projeto de lei visando que aquele que cometa um um ato ilícito em defesa de sua propriedade não seja penalizado. Segundo ele, quem matar em defesa da propriedade (vida ou bens exteriores) responderá pelo crime, mas não irá sofrer nenhuma punição.

Caso o projeto passe, ele deverá passar pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal. “É a forma que nós temos que proceder para que o outro lado que teime em desrespeitar a lei tema o cidadão de bem, e não o contrário”. Em seu discurso, Bolsonaro também disse que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), colocará em pauta um projeto de lei que visa fazer com que proprietários rurais que tenham posse de arma possam utilizá-la em todo o perímetro de suas terras.

Fonte: UOL