O Grupo Bitcoin Banco (GBB) prestou dia 24 de Maio, na Sexta-Feira, um depoimento acerca de um esquema de fraude envolvendo uma falha de segurança que duplicava os fundos no saque, totalizando em R$ 50 milhões em prejuízo.

O depoimento continha 30 nomes identificados e, atualmente, seus técnicos estão averiguando o livro de transações nas exchanges NegocieCoins, TemBTC e BATExchange.

A vulnerabilidade efetou cerca de 100 mil clientes que terão seus saques e depósitos externos suspendidos de Sexta-Feira (24) a Terça-Feira (28). Na Quarta-Feira (29) o limite de saque será de R$: 10 mil e 1 Bitcoin por dia, durante um prazo indeterminado. Além disso, as operações de retirada, que normalmente durariam 24 horas, podem levar até 96 horas. A medida foi tomada para assegurar que não há abuso no sistema.

O grupo garantiu à InfoMoney que os pagamentos serão honrados, mas que o prazo máximo não poderia ser igualmente prometido. Adiciona ainda que espera a normalidade entre os dias 29 de Maio e 5 de Junho.

Conheça a Bisq, uma plataforma anônima com toda a comunicação sendo feita de uma forma encriptada pela rede Tor, peer-to-peer e sem um ente central.

No dia 14 de Maio de 2019 a exchange Cryptopia atingida por uma grande invasão em meados de Janeiro entrou em liquidação e suspendeu as operações comerciais.

Quer aprender o essencial sobre criptomoedas? Confira já o nosso guia para iniciantes.

Fonte: Infomoney