Stephen Moore, economista do governo Trump e membro do grupo conservador de políticas públicas The Heritage Foundation, diz acreditar que Libra do Facebook é “uma coisa boa”.

Moore disse ao Yahoo Finance na Segunda que a Libra é “interessante”, pois representa “um novo desafio para os banqueiros centrais que eles agora têm concorrência de moedas privadas”.

O economista pretende estudar as criptomoedas e disse que os banqueiros centrais deveriam perceber que o mundo da criptomoeda “está chegando”.

Moore recentemente fez manchetes depois que retirou seu nome da consideração para sentar-se no Conselho de Governadores do Federal Reserve, após a condenação bipartidária generalizada de sua nomeação pelo presidente Donald Trump.

A gigante das mídias sociais, junto com 27 parceiros fundadores, incluindo PayPal e Uber, divulgou na semana passada um plano para a criptografia de baixa volatilidade Libra, com a intenção de atender aos não-bancarizados e facilitar as transferências de dinheiro de baixo custo globalmente. Espera-se que Libra vá ao ar no próximo ano, mas já enfrentou escrutínio de bancos centrais e políticos de todo o mundo.

A resistência à criptomoeda inclui o deputado Patrick McHenry, republicano sênior do Comitê da Câmara dos Estados Unidos sobre Serviços Financeiros, pediu uma audiência sobre o Projeto Libra em uma carta à presidente do comitê, a representante Maxine Waters. Waters, uma democrata, pediu a suspensão do desenvolvimento da moeda do Facebook. Leia a matéria completa clicando aqui.

Outro caso em que um membro da classe política se posicionou contrário à Libra foi alvo o ministro das Finanças da FrançaBruno Le Maire, como relatado por um relatório da Bloomberg desta Terça-Feira. Leia a respeito clicando aqui.

Ainda ontem, o Banco de Compensações Internacionais (BCI), considerado o banco central dos bancos centrais, advertiu que o libra do Facebook poderia prejudicar o setor bancário.

Fonte: The Block Crypto