O estado de adoção comercial das criptomoedas em 2024

Uso comercial do Bitcoin

A criptomoeda não são mais um conceito marginal, mas uma tendência que cresce rapidamente no setor de varejo. As organizações de varejo estão se preparando e adotando os pagamentos em moeda digital.

Quando um varejista on-line americano se tornou o primeiro grande comerciante do mundo a aceitar criptomoedas como pagamento em 2014, foi uma grande notícia. A adoção de criptomoedas como Bitcoin, Ethereum e stablecoins pelos comerciantes tem aumentado constantemente nos últimos anos, com um aumento notável em 2023.

Histórico da adoção de comerciantes de criptomoedas

A adoção de criptomoedas pelos comerciantes tem sido um processo gradual, marcado por vários marcos e desafios importantes.

Nos primórdios do Bitcoin, de 2009 a 2012, a adoção pelos comerciantes era praticamente inexistente devido à falta de conscientização e infraestrutura. A primeira transação no mundo real envolvendo o bitcoin ocorreu em 2010, quando um usuário comprou duas pizzas por 10.000 BTC, hoje comemorado como “Bitcoin Pizza Day”.

Entre 2013 e 2016, a adoção pelos comerciantes começou a ganhar força à medida que a popularidade do bitcoin crescia. Grandes empresas como Overstock, Newegg e Microsoft começaram a aceitar pagamentos em bitcoin, dando credibilidade às criptomoedas.

A partir de 2017, a adoção por parte dos comerciantes se acelerou à medida que as criptomoedas ganharam reconhecimento geral. Uma pesquisa realizada pela Deloitte em 2019 constatou que 85% dos líderes empresariais acreditavam que as criptomoedas se tornariam uma opção de pagamento viável, com 64% relatando um interesse significativo dos clientes em usar moedas digitais. Empresas como AT&T, Home Depot e Starbucks fizeram parcerias com processadores de pagamentos com criptomoedas para permitir pagamentos com criptomoedas.

Tendências gerais de adoção comercial

De acordo com a pesquisa “Merchant Adoption of Digital Currency Payments Survey“, realizada em colaboração com o Paypal, 220 milhões de pessoas em todo o mundo agora usam criptomoedas, comprando uma ampla gama de produtos e serviços, desde reservas de viagens até ingressos esportivos. Essa aceitação geral se reflete cada vez mais entre os comerciantes, com 64% relatando um interesse significativo dos clientes em usar moedas digitais para pagamentos. Notavelmente, 83% dos comerciantes pesquisados preveem que esse interesse aumentará substancialmente nos próximos 12 meses.

Em 2023, o número de comerciantes globais que aceitam pagamentos em bitcoin quase triplicou, com um crescimento notável em regiões como a América Central e do Sul e as Filipinas.

Áreas de uso

Os principais fatores por trás dessa adoção comercial incluem atender às preferências de pagamento dos clientes em evolução, especialmente entre os segmentos mais jovens, entrar em novos mercados e bases de clientes, sendo percebidos como uma marca de ponta e redução de riscos de fraude por meio de transações cripto irreversíveis.

Compras e varejo: Compras, cafés e alimentos foram, de longe, os tipos mais comuns de empresas que oferecem criptomoedas como método de pagamento. Grandes varejistas como Microsoft, Whole Foods, Lush e AT&T agora aceitam pagamentos com criptomoedas. O valor das compras no varejo com blockchain deve chegar a US$ 4,6 bilhões até 2028, de acordo com um relatório de pesquisa da Market Research Future.

Viagens e hotelaria: Plataformas de reserva de viagens, como a Travala.com, permitem que os clientes paguem por acomodações em todo o mundo usando criptomoedas. As companhias aéreas e os hotéis também estão cada vez mais permitindo pagamentos com criptomoedas para atender às mudanças nas preferências dos consumidores.

Bens e serviços digitais: Empresas que oferecem bens e serviços digitais, como Microsoft, Twitch e Expressvpn, aceitam pagamentos em criptomoedas. Isso permite que os clientes usem diretamente seus ativos de criptografia para compras.

Bens de luxo: Há uma adoção crescente no segmento de artigos de luxo, com plataformas como a BitDials aceitando exclusivamente pagamentos com criptomoedas para joias e relógios.

Pagamentos de streaming com criptomoedas: Os pagamentos por streaming com criptomoedas envolvem a divisão de uma quantia fixa em pequenos micropagamentos enviados a cada segundo durante um período específico, permitindo que os destinatários acumulem fundos em tempo real. Isso é facilitado pela liquidação quase instantânea do blockchain e pelas baixas taxas de transação. Os principais recursos incluem pagamentos em tempo real, fluxos contínuos e redirecionamento instantâneo para qualquer endereço de criptomoeda. Os casos de uso incluem salários e compensações, assinaturas, investimentos em tempo real e acúmulo de tokens. Os principais protocolos nesse espaço, como Superfluid, Sablier e LlamaPay, permitem o streaming com eficiência de gás (taxas) em várias cadeias compatíveis com EVM.

Vantagens para os comerciantes

Os comerciantes estão motivados a adotar pagamentos em moeda digital por vários motivos, alguns dos quais estão descritos abaixo. Na pesquisa “Merchant Adoption of Digital Currency Payments Survey” (Adoção de pagamentos em moeda digital pelos comerciantes), 93% dos comerciantes que atualmente aceitam criptomoedas relatam impactos positivos nas métricas dos clientes, incluindo o crescimento da base de clientes e a melhoria da percepção da marca.

Taxas de transação mais baixas: Os comerciantes geralmente incorrem em taxas de transação mais baixas ao aceitar pagamentos com criptomoedas em comparação com os métodos tradicionais de pagamento on-line, como cartões de crédito, que cobram taxas baseadas em porcentagem. Isso é especialmente vantajoso para transações internacionais, em que as taxas internacionais podem ser altas.

Redução de fraudes: A fraude com cartão de crédito, que já é um problema significativo para as empresas, aumentou durante a pandemia, com um aumento de 35% nas tentativas de transações fraudulentas em abril de 2020 em comparação com o ano anterior. As pequenas empresas são o alvo mais frequente desse crime financeiro. Os pagamentos em criptomoeda, por serem finais e irreversíveis, a menos que sejam reembolsados pelo comerciante, eliminam o risco de estornos e reversões de pagamento, dando aos comerciantes maior controle sobre a supervisão dos pagamentos.

Alcance global ampliado: As criptomoedas são acessíveis em todo o mundo, permitindo que os comerciantes se conectem com uma base de clientes global e aceitem pagamentos independentemente do local. Isso amplia seu alcance potencial de mercado.

Potencial de crescimento: A habilitação de pagamentos com criptomoedas permite que os comerciantes explorem o crescente mercado de usuários de criptomoedas, incluindo os mais jovens. Estudos mostram que os usuários de criptomoedas tendem a gastar mais e têm maior probabilidade de serem clientes de primeira viagem.


Artigo escrito por David Sencil, publicado em News.Bitcoin.com e traduzido e adaptado por Rodrigo


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Criptomoedas

Monero lidera os pagamentos no varejista on-line europeu Shopinbit em junho

O varejista on-line europeu Shopinbit, que oferece mais de um milhão de produtos, compartilhou no X esta semana que o monero (XMR) foi o método de pagamento dominante em junho. A postagem revelou que 74,54% de todas as transações foram liquidadas com monero, enquanto 23,64% foram pagamentos onchain BTC. A Shopinbit, uma varejista on-line criada […]

Leia Mais
Bitcoin
Criptomoedas

Passado x Presente — Examinando o histórico de correções do mercado em alta do Bitcoin

O Bitcoin (BTC) já viveu tempos melhores, e o recente declínio levou algumas pessoas a questionar se a corrida de alta chegou ao fim. Apesar disso, muitos continuam confiantes de que essa retração pode ser a primeira queda significativa antes que a principal criptomoeda atinja um novo recorde histórico. Em março, o investidor de longo […]

Leia Mais
Receita Federal - Bitcoin
Criptomoedas

Receita Federal apresenta nova ferramenta para monitorar criptomoedas

A Receita Federal agora irá utilizar uma nova ferramenta que pretende monitorar todas as transações de criptomoedas. A nova ferramenta foi apresentada durante o fórum técnico informal da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), na Suécia. Como justificativa para o uso de tal ferramenta, a Receita Federal alegou que a intenção é “colaborar […]

Leia Mais